O tempo esquentou na Assembleia | Fábio Campana

O tempo esquentou
na Assembleia

O clima de confronto que a cidade teme para amanhã já teve um esquenta durante a sessão plenária de hoje.

Stephanes Junior tratou como vagabundos os manifestantes que estão chegando em Curitiba para defender e apoiar o ex-presidente Lula. Péricles de Mello não deixou barato e chamou a fala Stephanes de histérica e ridícula e que o deputado era xenófobo, reacionário e intelectual e moralmente desonesto.

Stephanes rebateu, disse que acha que o desiquilíbrio mental de Péricles se dá por conta da tensão do depoimento de Lula, que ele deveria tomar vergonha na cara e que fascista é aquele que usa vermelho e que é contra a liberdade, a democracia e a justiça do país.

Tadeu Veneri entrou na dança e tratou de relembrar a Operação Publicano, virar o foco e dizer que o problema do país não está em um único partido.

Foi um bate-boca moderado entre ‘Vossas Excelências’.


2 comentários

  1. Dana Casa Grande
    quarta-feira, 10 de maio de 2017 – 9:38 hs

    VAGABUNDO é quem entrou no camburão na greve dos professores!!

  2. henry
    quarta-feira, 10 de maio de 2017 – 10:40 hs

    DE PARABÉNS O DEPUTADO STEPHANES JUNIOR. QUEM DEFENDE VAGABUNDOS, VAGABUNDO É.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*