O PMDB e o rebocador | Fábio Campana

O PMDB e o rebocador

O PT esvaziou-se tanto no Paraná que nem é lembrado na correlação das forças que vão disputar o governo em 2018. Sua única saída é alinhar-se a candidatura viável de Osmar Dias ao governo, como querem algumas de suas lideranças. O PMDB, outrora grande partido, está como um daqueles carrões americanos da década de 60 do século passado. Ainda é vistoso, quando lustrado chama a atenção, mas o velho Cadillac já não anda, gasta muita gasolina e quebra com muita frequência na estrada. Não serve para disputar nada. Precisa de alguém que o reboque. E o que está em condições na praça é Osmar Dias para governador e seu irmão, Alvaro, um player da República com grande popularidade e prestígio no Estado. Os irmãos Dias, especialmente Osmar, passou a ser o sonho de sobrevivência de todos os deputados estaduais e federais e também de seu senador, Roberto Requião que pretende a reeleição.


Um comentário

  1. sábado, 27 de maio de 2017 – 21:07 hs

    Aposto minhas fichas no cadilac que é o melhor.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*