Na corda bamba | Fábio Campana

Na corda bamba

Painel, Folha de S. Paulo

Pessoas próximas ao presidente Michel Temer admitem que a situação do ministro da Justiça, Osmar Serraglio (PMDB), se agravou nos últimos dias e que há desconforto com seu desempenho no governo.

Serraglio começou a ser alvejado pela base do governo após aparecer em grampo da Operação Carne Fraca. Mais recentemente, foi criticado pela atuação diante de questões indígenas, especialmente após confronto em área do Maranhão.


3 comentários

  1. AMO
    segunda-feira, 8 de maio de 2017 – 9:54 hs

    Uma das poucas reservas Morais do nosso país, acho que estava no lugar errado, na hora errada, e ao lado pessoas erradas.

  2. Doutor Prolegômeno
    segunda-feira, 8 de maio de 2017 – 10:32 hs

    A turma das metrópoles, do velho eixo do café com leite, saudoso das antigas, não se conforma com um ministro da justiça que não seja do coronelato da região e sabotam a escolha desde o início.

  3. Prof. Zé Luiz
    segunda-feira, 8 de maio de 2017 – 11:06 hs

    Caro Campana: Tanto o Delegado da Polícia Federal, como o Procurador da Republica e o Juiz Federal da Operação Carne Fraca, registraram que Serraglio não cometeu irregularidade.
    Quem está insatisfeito com o Ministro da Justiça são as ONGs que vivem da desgraça dos indígenas. Para elas, quanto mais conflito melhor.
    O Ministro procura a paz no campo.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*