MST some com mala do diretor do Incra | Fábio Campana

MST some com mala
do diretor do Incra

Dois diretores nacionais do Incra vieram à Curitiba nesta quinta-feira, 11, para uma reunião com o MST. No encontro, na superintendência do Incra no Paraná, os dois diretores expuseram os planos de ação do órgão responsável pela reforma agrária no Estado e, também, ouviram e discutiram as reivindicações dos sem terra. Reunião tensa, longa, de duas horas. No final dela, a sala se esvaziou e um dos diretores se deu por falta de sua maleta com notebook, carteira, documentos e objetos pessoais.


11 comentários

  1. Parreiras Rodrigues
    quinta-feira, 11 de maio de 2017 – 17:31 hs

    “O exemplo veio de cima”.

  2. Parreiras Rodrigues
    quinta-feira, 11 de maio de 2017 – 17:32 hs

    Ou então: “Foi a Marisa”.

  3. Andressa
    quinta-feira, 11 de maio de 2017 – 17:39 hs

    E é por isso que colocaram dois helicópteros (pra sobrevoar e fazer o maior barulho desnecessário)? Como acontece um roubo num órgão do governo? Não tem segurança?

  4. CURITIBANO ROXO
    quinta-feira, 11 de maio de 2017 – 18:51 hs

    Este diretor é ainda muito inocente, um dia ele aprenderá como se trata com guerrilheiros .

  5. Azedo
    quinta-feira, 11 de maio de 2017 – 19:31 hs

    Falta de um bom lote pra carpir!

  6. Jotinha
    quinta-feira, 11 de maio de 2017 – 23:25 hs

    Não é preconceito nem discriminação, mas o cara sabia a quem veio, com quem veio tratar ….. kkkkkkkkk

  7. CARRASCO
    sexta-feira, 12 de maio de 2017 – 7:26 hs

    Este cara não sabia com quem estava lidando. Chama-se MST, o
    braço direito do PT !!!

  8. sexta-feira, 12 de maio de 2017 – 9:54 hs

    A pasta deve estar no sítio de Atibaia.

  9. Moisés Fróes
    sexta-feira, 12 de maio de 2017 – 12:13 hs

    Não é de se estranhar, são filhos do Lula/drão.

  10. QUESTIONADOR
    sexta-feira, 12 de maio de 2017 – 12:16 hs

    -Não há possibilidade de diálogo com esses líderes de movimentos sindicais como MST, MTST….apenas a aplicação firme da lei…invasão de terra não pode ser tolerada e muito menos o bloqueio de estradas e invasão de pedágios e estradas.
    -Passou da hora de tratar bandido como bandido!!!!

  11. EUDENOVO
    sexta-feira, 12 de maio de 2017 – 17:13 hs

    Foi dentro dos sindicatos que elles aprenderam roubar documentos.Elles roubam tudo,qualquer coisa,está no DNA.Ser ladrão é requisito básico para ser Ptralha.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*