Aumento da faixa de isenção do IR não está em discussão, diz Meirelles | Fábio Campana

Aumento da faixa de isenção do IR não está em discussão, diz Meirelles

O Globo

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou, nesta terça-feira, que um aumento da faixa de isenção do Imposto de Renda das pessoas para R$ 4 mil não está em discussão no momento. A declaração foi dada um dia depois de o presidente Michel Temer ter afirmado que essa medida foi ventilada no Palácio do Planalto como uma forma de aliviar o bolso das famílias brasileiras.

– Isso aí (aumento da faixa) não está em discussão no momento. Foram ideias ventiladas. O presidente (Michel Temer) mencionou isso como uma coisa que seria positiva para as pessoas que estão naquela faixa de renda. Por outro lado, precisaria ver o custo disso para a economia e para a sociedade — disse Meirelles depois de participar de evento empresarial em Nova Lima, Minas Gerais.


3 comentários

  1. VISIONÁRIO
    quarta-feira, 17 de maio de 2017 – 4:29 hs

    Obviamente que nenhum desconto ou aumento da isenção no fa-
    moso Imposto de Renda não está em cogitação pelo digníssimo Mi-
    nistro. A meta destes caras é continuar arrecadando cada vez mais
    e o povão que se dane…

  2. FUI !!!
    quarta-feira, 17 de maio de 2017 – 4:59 hs

    Este governo continua sendo o retrato exato de todos os anteriores
    do PT. Reduzir o imposto neste país continua sendo uma verdadeira
    utopia e esta semana o Temer deu uma cartada que demonstra niti-
    damente a sua imbecilidade política. Na reunião com os prefeitos
    reduziu os juros da dívida da Previdencia em 80% !!!!!! e parcelou
    em 800 vezes !!!!!! Aí eles querem a reforma da Previdencia que
    anda negativo como se fosse culpa do povão. Governo assim nem
    no inferno !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  3. FUI !!!
    quarta-feira, 17 de maio de 2017 – 5:22 hs

    corrigindo… 200 parcelas, mas é muuuuito. Isto equivale a quase
    17 anos para pagar…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*