Meia-volta, volver | Fábio Campana

Meia-volta, volver

A defesa do presidente Michel Temer desistiu de pedir a suspensão do inquérito no STF. Na perícia contrata pelos advogados de Temer para avaliar a gravação entre o presidente e Joesley, foram encontrados 70 “pontos de obscuridade”. Não dá para entender o que isso significa, mas dentro da certeza de que o áudio é “imprestável” e de que ele era a única prova contra o presidente, os advogados querem agora que o inquérito siga para ter sentença o quanto antes.
Em Brasília, o resultado do julgamento onde se saberia se o inquérito contra Temer iria ou não para frente era o principal motivo para que as legendas apoiassem ou não o governo.
Agora, sem pedido de suspensão e com o inquérito correndo, é a hora do vai ou racha, todos terão que se posicionar.


3 comentários

  1. ZÉ DA BOTA
    segunda-feira, 22 de maio de 2017 – 17:58 hs

    Independente do áudio ser prova jurídica ou não, politicamente fedeu pro lado do Temer e os outros citados vez que ficou claro a salada mista de corrupção-caixa2-caixa3-etc

  2. ZÉ DA BOTA
    segunda-feira, 22 de maio de 2017 – 17:58 hs

    Independente do áudio ser prova jurídica ou não, politicamente fedeu pro lado do Temer e os outros citados vez que ficou claro a salada mista de corrupção-caixa2-caixa3-etc

  3. JÁ ERA...
    terça-feira, 23 de maio de 2017 – 5:42 hs

    Todos os partidos políticos navegam de acordo com os interesses
    financeiros próprios apenas e o povão que se lixem. Pena que os
    eleitores ainda não aprederam…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*