Marcello Richa: 'Marcha para Jesus valoriza princípios morais' | Fábio Campana

Marcello Richa: ‘Marcha para Jesus valoriza princípios morais’

O presidente do Instituto Teotônio Vilela do Paraná (ITV-PR), Marcello Richa, participou neste sábado (20) da 25ª edição da Marcha para Jesus, em Curitiba. Durante o evento, destacou que o Brasil vive um momento difícil e que a valorização da união e disseminação de princípios morais são fundamentais para o futuro do país.

“O Brasil passa por momentos difíceis, com crise econômica e falta de representação, credibilidade e princípios. Ver tantas pessoas neste evento, especialmente os jovens, nos faz ter de volta esperança que o podemos ter um futuro melhor e um país mais digno”, disse Marcello Richa.

O presidente do ITV também ressaltou o papel das igrejas na ampliação e execução de programas sociais, especialmente ações destinadas à reintegração social, recuperação de vínculos familiares e combate as drogas.

“Muitas vezes as igrejas conseguem ir a locais que o poder público não tem alcance e contribuem na expansão das ações sociais promovidas no município. Estimular a sintonia e integração desse trabalho com o poder público sem dúvidas permitirá a reinserção social e recuperação cidadã de um número cada vez maior de pessoas”, ressaltou Marcello Richa.

A Marcha para Jesus em Curitiba, que teve como tema “Somos 500 anos da Reforma que ainda transforma”, reuniu mais de 180 mil pessoas ao longo de toda sua programação. A concentração teve início às 9h na Praça Santos Andrade, no Centro Cívico, seguida de uma caminhada até a Praça Nossa Senhora da Salete, onde aconteceram celebrações e shows com bandas e artistas gospel.

Solidariedade – Durante o evento foi realizada uma campanha liderada pela Rede de Agentes Cristãos (Reage) que arrecadou mais de 15 mil litros de leite, que serão doados para organizações de tratamento de dependentes químicos e projetos de base que trabalhem com crianças e adolescentes.


12 comentários

  1. TADEU ROCHA
    segunda-feira, 22 de maio de 2017 – 8:12 hs

    beleza MARCELO RICHA ISSO É MESMO.

  2. Edson Luiz
    segunda-feira, 22 de maio de 2017 – 10:04 hs

    O colunista é filho do governador Beto Richa, né?
    Sem maiores comentários!
    Cada um que tire suas próprias conclusões!!!

  3. Marco
    segunda-feira, 22 de maio de 2017 – 11:34 hs

    Noia!!!!!

  4. Daniel Fernandes
    segunda-feira, 22 de maio de 2017 – 11:37 hs

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Basta lembrar que o Eduardo Cunha também era um homem de ‘elevados princípios morais’.

  5. Daniel Fernandes
    segunda-feira, 22 de maio de 2017 – 11:50 hs

    Está mais do que na hora de desligar completamente religião de política.
    O estado já é laico.
    Mas deveria haver uma lei proibindo qualquer homem público de usar a religião para promover-se.
    Navamente, friso: basta lembrar do Eduardo Cunha (só para citar um caso) A internet está lotada de vídeos do mesmo participando de cultos e falando de deus,Jesus. Um homem tão cheio de princípios cristãos!
    Deixem de ser hipócritas, caros políticos. Vocês estão nessa só para conquistar o apoio dos evangélicos.

  6. Olmir
    segunda-feira, 22 de maio de 2017 – 11:50 hs

    Tendo sido vitima de coisas de perseguição, e atos de discriminação e pré conceitos, racismo, dentro de área pertencentes a prefeitura de Curitiba. Coisa reclamadas e relatadas ao Senhor prefeito atual, a respeito de feitos quando o atual governador ocupava e tal espaçõ cargo de diretor e vice prefeito, a família dele fez ato de segundo a palavra deles e fatos que duraram toda uma semana de interditar patrimônio e direitos de trabalhador e investidor que naqueles dias estava autorizado prestando serviços a prefeitura. Sendo vitima de perseguição, por parte de diretoria de cooperativa famosa dos campos gerais, que era espécie de casa da mãe joana, faliu, e de seus restos de ativo passou para denominação que eles diretores se referem como alegres por dar golpe de estelionato e espoliação, a coisa que já é superior a três décadas e meia, do histórico documentado, da perseguição e usarem terceiros para tal, a primeira grande e querida construtora nascida em nome de irmão de origem italianos, segundo comprovado, participação da corretora e do banco, falido e recentemente reabilitado pelo Bacem que atualmente ativos do referido inclusive de outros acionistas eles os da famlia do ilustre executivo no maior cargo público do estado simplesmente tomou todo como de sua propriedade, terceira empresa que usaram para fazer atos de perseguição, de intermediação, banco que então usava números de estrelas para qualificar o porte de seus clientes dentro do relacionamento com a instituição, universidade , seus diretores, docentes e alunos que se valeram para iniciarem e colaborarem com ajuda de presidenta comunista e seus militantes da causa deles, para evadirem recusos do pais, isso no pós terem feito espoliação e estelionato contra direitos e propriedades de trabalhador e investidor, todos itens devidamente legitimos e sempre declarados e de impostos pagos. …. E ou seja não basta a familia deles aparecerem nas redes sociais e mesmo terem cargos públicos e ou de instituições diversas, se na prática não resolvem, devolvem restabelecem direitos, propriedade, aos seus legítimos donos e de direito. E ou seja dando esmolas com dinheiro alheio não é boa coisa. ….. Relatos sintéticos de coisas referentes a perseguições sofridas baseadas em calunias e difamações, todas devidamente declaras e pedidas providências as autoridades e instituições competente, dentre outras a secretaria do senhor prefeito de curitiba que a criou recentemente para defender direitos de racismo, preconceitos e discriminações, a ele, feito os relatos e solicitações, já passado mais de um mês não deu retorno ou se tomou providências efetivas e verdadeiras, isso quanto a ação danosa e criminosa feita por quanto funcionários de sua prefeitura……

  7. Daniel Fernandes
    segunda-feira, 22 de maio de 2017 – 11:59 hs

    Quando certas pessoas vêm falar de princípios morais e valores da família, logo trato de ver se minha carteira está em lugar seguro.

  8. BRASIL
    segunda-feira, 22 de maio de 2017 – 12:31 hs

    Super apoiado Marcelo Richa ! Defendamos os princípios Cristãos e familiares !
    Parabéns !!

  9. Daniel Fernandes
    segunda-feira, 22 de maio de 2017 – 12:54 hs

    Só mais uma observação: estes tais de ‘valores de família’ nem deveriam estar na arena pública.
    São coisas pessoais, que não dizem respeito a ninguém que esteja fora da família.
    Por exemplo: é contra os valores da família desse pessoal ter um casal de homens/mulheres como cabeça de uma família. É contra os princípios cristãos.
    Ora, a meu ver, isso é questão de foro íntimo e pessoal, e ninguém deve querer ditar regras de como deveria ser uma família.
    Sendo de âmbito pessoal, deveriam parar de falar em ‘valores da família’ em qualquer lugar público.Por exemplo, campanhas eleitorais.

  10. Daniel Fernandes
    segunda-feira, 22 de maio de 2017 – 13:17 hs

    Esses tais ‘valores da família’ são uma parte da nossa confusão entre o público e o privado.
    E levando em conta os últimos acontecimentos. confusão entre público/privado que transforma o que é publico em privada (sim, uma latrina).

  11. eleitor desmemoriado
    segunda-feira, 22 de maio de 2017 – 16:16 hs

    Até hoje não conheci ninguém que se dizia ser ético e honesto, sempre acabavam mal, muito mal. Falar em moral e valores familiares é muito fácil, principalmente quando se nasceu em berço de ouro, aí as coisas ficam bem mais fáceis de se conseguir e se viver. Sempre digo que adoro demagogos e demagogia porque eles me fazem rir. Também adoro mentirosos e mentiras, elas me trazem logo à realidade, isto faz um bem enorme.

  12. Daniel Fernandes
    segunda-feira, 22 de maio de 2017 – 16:22 hs

    Isso mesmo, eleitor desmemoriado.
    Eles deviam parar de usar termos grandiloquentes que antes já soavam falsos. Depois de todo esse lamaçal, não soa só como falso, soa como mentiroso.
    Deviam parar de discursar de forma demagógica, em termos gerais (termos gerais como estes são úteis pois parecem ser alguma coisa, mas no fundo não são nada).
    Que atenham-se aos assuntos mundanos.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*