Lula aqui | Fábio Campana

Lula aqui

Lula chegou a Curitiba em jatinho privado do empresário Walfrido Mares Guia, que sempre foi um dos seus maiores financiadores, junto com Léo Pinheiro e Marcelo Odebrecht. Walfrido é dono do Kroton, que na gestão petista virou o maior grupo privado de ensino do mundo.Seria pedir muito que Lula entrasse num avião comercial qualquer para chegar em Curitiba? Mas daí a embarcar no jatinho particular do ex-ministro Walfrido dos Mares Guia, réu no mensalão mineiro sob a acusação de peculato e lavagem de dinheiro, parece piada de mau gosto.

ALTO COTURNO EM 5 ESTRELAS

Em Curitiba, todo o pessoal de alto coturno do PT está bem instalado nos melhores hotéis da cidade, especialmente o Pestana. Oito dos nove senadores petistas estão em Curitiba. Só Paulo Paim ficou em Brasília. A maioria dos deputados federais também. O escalão intermediário ficou em hotéis de três e duas estrelas, reservado para prefeitos, vereadores e dirigentes de partidos e entidades.

MASSA DE MANOBRA EM ACAMPAMENTO

Os militantes se acomodam como podem. A maioria, massa do MST e afins, se instalou em acampamento atrás da Rodoferroviária e se dirige à praça Santos Andrade, no centro da cidade, onde ficará durante o interrogatório, à espera de Lula, que virá com Dilma e toda a entourage para um ato público marcado para 18h00, um comício em que Lula pretende aparecer como vítima diante dos seus fanáticos seguidores a gritar contra o juiz Sergio Moro e a Lava Jato. E também como herói vingador, ao reafirmar sua candidatura a presidente.


8 comentários

  1. CURITIBANO ROXO
    quarta-feira, 10 de maio de 2017 – 12:49 hs

    Amanhã precisaremos desinfectar a cidade…….

  2. Sergio Silvestre
    quarta-feira, 10 de maio de 2017 – 12:57 hs

    Engraçado né Campana,ali mais abaixo tem um prefeito de Ponta Grossa histérico e ninguem ai no Blog disse que ele é réu,tem bens bloqueados por meter a mão.

  3. BETO
    quarta-feira, 10 de maio de 2017 – 13:09 hs

    A RATAZANA e os RATOS de esgoto..

    A foto acima ilustra muito bem a escória infiltrada no cenário político do Brasil.

  4. Pirado
    quarta-feira, 10 de maio de 2017 – 14:29 hs

    Parecem BURROS estes petistas!!! O Chefe da Orcrim sendo acusado, em mais de 10 investigações, de ter ROUBADO DINHEIRO PÚBLICO e de ter ORGANIZADO A MAIOR QUADRILHA DE ASSALTO AO ERÁRIO de que se tem notícia NO MUNDO INTEIRO, e eles RINDO E FESTEJANDO, tais quais HIENAS RETARDADAS!!!

  5. Jair Pedro
    quarta-feira, 10 de maio de 2017 – 15:08 hs

    Aproveitem a festa, ela está prestes a acabar. A turma da mortadela; abastecida pelo dinheiro pago pelos trabalhadores, o injusto imposto sindiccal obrigatório está com os dias contados. Brevemente será CUSSIS:- CENTRAL ÚNICA SINDICALISTAS SEM IMPOSTO SINDICAL.

  6. CURITIBANO ROXO
    quarta-feira, 10 de maio de 2017 – 17:44 hs

    QUE VARA !!!!!

  7. carlito
    quarta-feira, 10 de maio de 2017 – 17:47 hs

    Quando é que vão investigar a farra do FIES? A expansão deste programa de financiamento nos governos Lula e Dilma, inclusive beneficiando desnecessariamente famílias da classe média, encheu os cofres da Kroton/Anhanguera, cujas ações na Bolsa de Valores tiveram grande valorização. Em torno de 60% dos novos alunos desta instituição de ensino ingressavam através deste financiamento. Com a desculpa de que era preciso promover a inclusão de mais alunos no ensino superior, os petistas usaram os alunos de baixa renda como “bois de piranha” para beneficiar a classe média. E, assim, disfarçadamente, os governos petistas encheram os bolsos de várias instituições particulares de ensino. Tudo legal, dentro da lei, mas um horror dentro do conceito de políticas públicas austeras!

  8. niko
    quarta-feira, 10 de maio de 2017 – 17:53 hs

    Uma quarta-feira, dia de semana normal, quando todo mundo trabalha, essa turma toda está aí morcegando… Imitando o chefão, que sempre foi um boa vida, ou como dizem os franceses, um bon vivant. Sempre pegando carona com gente suspeita.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*