Jereissati e Jobim disputam presidência de forma indireta | Fábio Campana

Jereissati e Jobim disputam presidência
de forma indireta

Aliados do presidente Michel Temer, em conversas com líderes de partidos da base do governo, fazem o seguinte discurso: com eleição indireta, a chance de o Congresso escolher alguém de fora do Parlamento é praticamente nula. Tendo a Câmara a maioria dos votos, o vencedor sairá de lá. Com a jogada, tentam pregar que não há viabilidade para os nomes mais queridos de alguns setores, como Cármen Lúcia e Gilmar Mendes, do STF, e o ministro Henrique Meirelles (Fazenda).

Olho no lance – Esses mesmos aliados de Temer acompanham com atenção os movimentos do PSDB. Há uma tentativa de viabilizar, no partido, os nomes de Tasso Jereissati (PSDB-CE) e do ex-ministro Nelson Jobim para o caso de eleição indireta.


5 comentários

  1. Vitor
    quarta-feira, 24 de maio de 2017 – 9:07 hs

    É só o que falta colocar um raposão, como esse jobim, pra cuidar
    do galinheiro.
    Devolva o sino, Véio !!

  2. MaiorJuristaVivo
    quarta-feira, 24 de maio de 2017 – 9:24 hs

    Ponham logo o meu amigo Álvaro Dias na função e parem de encher o s@co!!!

  3. Medrosinho
    quarta-feira, 24 de maio de 2017 – 9:28 hs

    Por que não colocar a Dilma para terminar o mandato dela mesma? Seria a solução perfeita para a crise!!! (Não me xinguem, foi só uma idéia, genial, que tive!)

  4. Recruta Zero
    quarta-feira, 24 de maio de 2017 – 10:00 hs

    Jobim ? Nem pensar ! É amigão do ladrão-mor. Foi ministro no desgoverno do pt. Estão querendo por cabrito para cuidar de horta ?

  5. QUESTIONADOR
    quarta-feira, 24 de maio de 2017 – 13:16 hs

    -Mas é cada alternativa…
    -Estes políticos estão brincando com a paciência do povo brasileiro!!!
    -Depois acontece uma grande revolta popular e põe fogo neste País…
    -Não há a menor chance de se escolher algum nome sem passar pela opinião pública e referendado dos grandes financistas ou pelo capital especulativo e rentista do mercado financeiro

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*