JBS – missão, valores e crenças. Piada de mau gosto | Fábio Campana

JBS – missão, valores e crenças. Piada de mau gosto


Não tenho vontade de irritar ninguém neste domingo chuvoso, mas dei uma passadinha no site da JBS e está lá, estampado, para quem quiser ver, a “Missão” e os “Valores” da empresa.
Na maior desfaçatez, incluem coisas como:
Atitudes de Dono: Está sempre disponível e dá o exemplo. Indigna-se, não se conforma, não fica quieto nem se omite quando vê algo que não funciona bem ou possa ser melhorado. É atento aos gastos e à economia de cada centavo.
Determinação: É obstinado, entrega resultados superiores e cumpre seus compromissos. Faz as coisas acontecerem, busca alternativas para os problemas e engaja as pessoas em prol de um objetivo comum.
E tem mais…

Simplicidade: Faz as coisas acontecerem de forma simples e prática, vai direto ao ponto, descomplica e desburocratiza respeitando as normas.
Franqueza: É direto, sincero, verdadeiro e transparente em suas relações, sempre com respeito. Não se omite, sabe dizer não.
Humildade: Considera a opinião dos outros, não importa quem fez, importa que fizemos. Não é arrogante nem vaidoso e age com respeito. Não se preocupa com status nem se acha dono da verdade. Prioriza o nós e não o eu.

Num primeiro momento dá embrulhos ver a desfaçatez com que as palavras são empregadas. Mas, desculpe, tenho que dar a mão à palmatória, olhando bem, algumas fazem muito sentido. São mensagens subliminares, acho, contando do que eles são capazes…
Para fechar o assunto, As crenças da JBS, ipsis litteris:

 Foco no detalhe;
 Mão na massa;
 As coisas só são conquistadas com muito trabalho;
 Pessoa certa no lugar certo;
 Paixão pelo que faz;
 Atitude é mais importante que conhecimento;
 Líder é quem tem que conquistar seus liderados;
 Liderar pelo exemplo;
 Foco no resultado;
 Trabalhar com gente melhor que a gente;
 Acreditar faz a diferença;
 Produto de qualidade.


6 comentários

  1. eleitor desmemoriado
    domingo, 21 de maio de 2017 – 15:22 hs

    A única dentre as regras de ouro elencadas acima que eu não vi foi a da importância vital em arrancar muita grana fácil e barata, pagando pouco juro, ou nenhum se possível. Também não menciona a corrupção, parte vital do sucesso dos irmãos Batista..

  2. Daniel Fernandes
    domingo, 21 de maio de 2017 – 16:35 hs

    Vocês estão sendo malvados! Claro que estas frases têm tudo a ver com a JBS e os agroboys.
    Olha como eles seguiram à risca os valores e a missão da empresa!
    Não sejam malvados e de má vontade.
    Só ficam com maldade por eles serem dois agroboys ridículos completamente despidos de cultura serem tão ricos (é parecido com o que uma certa pessoa do PT fala: não gostam dele por ele não ser da elite!).
    Analisando, olhem os resultados a que cheguei:
    Foco no detalhe: eles tiveram de prestar atenção nos detalhes para saquear os cofres públicos
    Mão na massa : eles esforçaram-se muito para corromper as pessoas. Vocês acham que isso não dá trabalho?
    As coisas só são conquistadas com muito trabalho: já respondida no quesito anterior.
    Pessoa certa no lugar certo: precisa falar alguma coisa? Eles conheciam e compraram as pessoas certas nos lugares certos!
    Paixão pelo que faz; pela quantidade de corrupção em que estão envolvidos, eles só podem ser apaixonados pelo que fazem!
    Atitude é mais importante que conhecimento: a atitude dos agroboys desprovidos de cultura foi bem mais importante que a falta de cultura deles. Precisa ter atitude para envolver-se em tanta falcatrua!
    Líder é quem tem que conquistar seus liderados: como eles conquistaram os políticos que eles lideravam, com muita grana!
    Liderar pelo exemplo: serviu para mostrar a todo mundo como virar uma grande empresa, bastando colocar o dinheiro no lugar certo. Grandes investidores!
    Foco no resultado: no resultado eles focaram mesmo! Foco! Explica muita coisa sobre as delações!
    Trabalhar com gente melhor que a gente: com certeza. Provavelmente a maioria dos empregados do grupo é gente melhor que os irmãos Batista!
    Acreditar faz a diferença: Eles acreditaram que podiam comprar políticos para obter vantagens, e conseguiram!
    Produto de qualidade: você vê a propaganda com o Tony Ramos (na Globo), e é feita a lavagem cerebral. O importante é que os consumidores (mais popularmente conhecidos como os trouxas que pagam a conta) acreditem que é um produto de qualidade.

  3. Palpiteiro
    domingo, 21 de maio de 2017 – 18:33 hs

    Os cidadãos de dignidade deveriam fazer um boicote perpétuo aos produtos da JBS.

  4. Daniel Fernandes
    domingo, 21 de maio de 2017 – 19:54 hs

    Palpiteiro:
    Desde as revelações da operação Carne Fraca, não estou consumindo nenhum tipo de carne industrializada. Nada de carne embalada vinda de prateleira de supermercado, salsicha, salame, etc.
    Apenas consumo carne que compro em açougue, e antes peço para ver e cheirar, e nada de carne processada (tipo steaks de frango,etc.)
    Eu estou boicotando todas as empresas do grupo j&F, a saber:

    JBS (alimentícia)
    Vigor (alimentícia)
    Flora (higiene pessoal e limpeza doméstica)
    Eldorado Brasil (papel e celulose)
    Banco Original (banco)
    Floresta Agropecuária (criação e comercialização de gado)
    J&F Oklahoma (empresa de atividades pecuárias nos EUA)
    Canal Rural (emissora de televisão sobre agronegócio)
    Canal Rural X (emissora de televisão sobre agronegócio afiliada ao Canal Rural)
    Rádio Rural (emissora de rádio que transmite música nativista gaúcha em Porto Alegre)
    Alpargatas S.A. (dona das sandálias Havaianas e da Osklen)

  5. Daniel Fernandes
    domingo, 21 de maio de 2017 – 19:57 hs

    O engraçado é que logo depois da Carne Fraca, os meios de comunicação fizeram uma campanha em massa (ex: a revista Veja), contra a operação.
    Foi a operação da PF a culpada do baque que eles tomaram.
    A culpa não foi da ganância e falta de ética dos empresários.
    Basta ver o Oesley, em diálogo com o Aécio Neves, falando que o pessoal da PF foi inconsequente, etc e tal.
    Ele não foi inconsequente, com a tal história do papelão e outras.
    A culpa foi da PF.
    Isto explica tudo.

  6. Tisa Kastrup
    segunda-feira, 22 de maio de 2017 – 8:48 hs

    Gostei dessa frase “Atitude é mais importante que conhecimento”. Imagino um médico com bastante “atitude” e pouco conhecimento atendendo os bandidosley caipirasley.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*