Governo investe R$ 2 milhões em obras de recuperação da PR-437 | Fábio Campana

Governo investe R$ 2 milhões em obras de recuperação da PR-437

O trecho de mais de 20 quilômetros da PR-437, entre Primeiro de Maio até o acesso à PR-323, na cidade vizinha de Sertanópolis, Norte do Paraná, está sendo recuperado. A obra começou no fim de fevereiro. A rodovia recebe investimentos de mais de R$ 2 milhões, com recursos próprios do Governo do Estado, e a previsão é que esteja concluída até o final de maio.

A melhoria na PR-437 vai beneficiar diretamente quase 30 mil pessoas, além de turistas que visitam a estação de lazer em Primeiro de Maio. A orla da Represa da Capivara na cidade atrai mais de cinco mil visitantes da região Norte em feriados prolongados.

A recuperação da estrada foi elogiada por Luiz Fernando Velasco Nunes, dono de uma loja de autopeças em Primeiro de Maio e que usa regularmente a rodovia para fazer entregas. “É nítido que está ficando bom. No trecho final perto de Sertanópolis estava ruim, mas já estão arrumando”, disse ele.

O trecho da PR-437 integra uma de uma série de obras de renovação de rodovias que estão sendo executadas na região Norte do Estado. “São várias frentes para manter o Paraná como um dos estados com as rodovias mais bem avaliadas do país”, disse o secretário estadual de Infraestrutura e Logística, José Richa Filho.

TURISMO – O diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR), Nelson Leal Junior, explica que o órgão tem tido o cuidado de melhorar também as vias para destinos turísticos. “O nosso Estado é destaque nacional na produção rural e na indústria, mas não deixamos de lado os roteiros turísticos, que também são importantes para movimentar a economia”, explicou.


3 comentários

  1. Sergio Silvestre
    terça-feira, 16 de maio de 2017 – 8:47 hs

    Bem ali entre londrina e Alvorada do Sul da até para plantar bananeira no asfalto,quase 6 anos de governo e nada,agora anunciar 2 milhões de reais para recuperar estradas todas em estado de calamidade
    numa região mais produtiva do mundo é para rir muito.

  2. J R Neto
    terça-feira, 16 de maio de 2017 – 8:49 hs

    Fumaça + fumaça…
    Enquanto aquela região da PR-323…
    Continua abandonada…
    PS: Sugestao ao blog fazer uma viagem por ela e tecer comentários

  3. Gilberto
    terça-feira, 16 de maio de 2017 – 10:09 hs

    Me engana que eu NÃO gosto.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*