Francischini com Bolsonaro em Londrina e Maringá | Fábio Campana

Francischini com Bolsonaro em Londrina
e Maringá

A moçada antipetista está agitada. O deputado Fernando Francischini traz ao Paraná o ultra Jair Bolsonaro (PSC) para eventos em Londrina e Maringá, as duas maiores cidades do interior do Estado. Bolsonaro é candidato a presidente da República em 2018. No ano passado, Francischini trouxe Bolsonaro a Curitiba e reuniu mais de 3 mil pessoas no Aeroporto Afonso Pena.


7 comentários

  1. Aragão
    quarta-feira, 17 de maio de 2017 – 19:36 hs

    Dáaa-lhee Bolsonaro, chega da esquerdalha fabianista !

  2. joel rezende
    quinta-feira, 18 de maio de 2017 – 8:32 hs

    Deputado Francisquini, vai em frente e leve o Bolsonaro pra visitar outras cidades do Paraná.

  3. sexta-feira, 19 de maio de 2017 – 8:58 hs

    “Meus dois candidatos. O Francischini a Federal e o Bolsomito para Presidente. Chega desse País com complexo de Alice e da Síndrome de Estocolmo. Dois homens sérios e de pulso firme com reputação ilibada…” – Profº Celso BOnfim

  4. Otavio Paulo
    quinta-feira, 25 de maio de 2017 – 17:11 hs

    Arauto do atraso. Mistura do líder da Coreia do norte com o Maduro, que sonha em ser Trump. Olhem pra Alemanha e França e vejam como, depois do fiasco de Lula Presidente, querem jogar o Brasil num abismo, com um discurso separatista, ao invés de unir o país num governo de centro. Sem falar que o irmão de Bolsonaro, dono de lojas de roupas no interior de SP, foi pego recebendo salário gordo de auxiliar da câmara, sem jamais trabalhar. Pobre Brasil, incapaz de achar um líder que una o país e o defenda do preconceito e da arrogância

  5. Otavio Paulo
    quinta-feira, 25 de maio de 2017 – 17:14 hs

    Arauto do atraso. Mistura do líder da Coreia do norte com o Maduro, que sonha em ser Trump. Olhem pra Alemanha e França e vejam como, depois do fiasco de Lula Presidente, querem jogar o Brasil num abismo, com um discurso separatista, ao invés de unir o país num governo de centro. Sem falar que o irmão de Bolsonaro, dono de lojas de roupas no interior de SP, foi pego recebendo salário gordo de auxiliar da câmara, sem jamais trabalhar. Pobre Brasil, incapaz de achar um líder que una o país e o defenda do preconceito e da arrogância. Só de meu comentário ser devolvido sem constar dentre os demais, já mostra o q nos esperaria se esse senhor fosse presidente. Felizmente isso não deve ocorrer

  6. Daniel Fernandes
    quinta-feira, 25 de maio de 2017 – 17:33 hs

    Fora Bolsonaro e fora Francischini.
    Repito as palavras do Otavio Paulo, pois é exatamente o que penso, também:
    Arauto do atraso. Mistura do líder da Coreia do norte com o Maduro, que sonha em ser Trump. Olhem pra Alemanha e França e vejam como, depois do fiasco de Lula Presidente, querem jogar o Brasil num abismo, com um discurso separatista, ao invés de unir o país num governo de centro. Sem falar que o irmão de Bolsonaro, dono de lojas de roupas no interior de SP, foi pego recebendo salário gordo de auxiliar da câmara, sem jamais trabalhar. Pobre Brasil, incapaz de achar um líder que una o país e o defenda do preconceito e da arrogância. Só de meu comentário ser devolvido sem constar dentre os demais, já mostra o q nos esperaria se esse senhor fosse presidente. Felizmente isso não deve ocorr

  7. Helio Hanel
    quinta-feira, 8 de junho de 2017 – 22:01 hs

    Bolsonaro e francischini representa pra mim a vangurda do atraso.
    Deus nos livre de gente tão reacionária. Seria o fim..

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*