Enrolado, Gilbertinho Carvalho volta à cena | Fábio Campana

Enrolado, Gilbertinho Carvalho volta à cena

Citado dezenas de vezes nas delações da Odebrecht, volta à cena Gilberto Carvalho, que decidira ficar quieto para tentar passar batido no vendaval que assola o PT. Está tenso e sabe que seu caso não se resolve nem com reza braba. Nessa condição, para salvar o próprio pelo, sai em defesa de Lula em tese que o beneficia. “O candidato não pode fazer tudo. É claro que ele espera que ninguém faça bobagem”. `Por extensão, o ministro secretário de Lula sabia menos ainda. Amenizando o crime, só admite que o caixa dois foi “um erro gravíssimo que nós cometemos. Nós seguimos um padrão que condenávamos”.

Lembrado de que o PT já havia confessado o crime no mensalão, mas voltou a praticá-lo nas eleições seguintes, afetou lamentação: “Foi repetido. Infelizmente”.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*