Desentendimento na Câmara | Fábio Campana

Desentendimento na Câmara

Foto: Chico Camargo/CMC

A Câmara de Vereadores hoje pela manhã estava “decorada” com fantasmas para chamar atenção para a gafe da semana passada em que o IPMC, depois de contestação da Professora Josete, reconheceu que houve duplicação do número de pensionistas no cálculo do descritivo do Plano de Recuperação de Curitiba.
O líder do prefeito na Câmara, Pier Petruzziello, imprime pressa na tramitação e votação do pacote. Se referindo aos sindicatos que levaram os fantasminhas para frente do prédio, disse que o fim da contribuição sindical, que está no pacote de reforma trabalhista na Câmara Federal, “vai dar chance que esses sindicatos sejam derrotados”.
Cacá Pereira se manifestou: “Troco 12 meses de salário de dirigente sindical por um mês de salário na Cohapar”. E a Professora Josete também: “Há muitos sindicalistas sérios, que não enriquecem, assim como há políticos. Quando generalizamos cometemos um erro muito sério”


2 comentários

  1. eleitor desmemoriado
    segunda-feira, 22 de maio de 2017 – 15:52 hs

    E a culpa é de quem por causa disto? Então que o culpado vá para o lugar que bem merece, que é o olho da rua.

  2. Daniel Fernandes
    segunda-feira, 22 de maio de 2017 – 15:53 hs

    Uma gafe. Errinho de nada.
    Só multiplicaram por 2.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*