%$#@%&(&*, desculpe | Fábio Campana

%$#@%&(&*, desculpe

Na nota em que Aécio Neves divulgou para explicar suas conversas com Joesley Batista, além de afirmar que “empréstimo feito pelo empresário da JBS não envolveu recursos públicos e seria regularizado por meio de contrato mútuo se o objetivo de Joesley Batista não fosse, desde o início, única e exclusivamente forjar uma situação criminosa para ganhar os benefícios da delação premiada”, ele se desculpou pelos palavrões. Disse que “alguns termos inadequados que utilizou ao se referir a alguns companheiros e autoridades, e que não fazem parte da sua linguagem usual”.

A pensar nas falas de Temer, Aécio e Joesley, chego à conclusão de que não falam a mesma língua. Será que é por isso que cada um conta uma versão diferente dos fatos?


7 comentários

  1. Daniel Fernandes
    segunda-feira, 22 de maio de 2017 – 12:57 hs

    Ele tem dupla personalidade.
    Uma personalidade é o fingido, educado, de bom vocabulário.
    O outro é o que ouvimos nas gravações, justamente o inverso.
    É quando pensamos que não tem ninguém ouvindo-nos que permitimo-nos ser nós mesmos.
    Sinto muito, Aécio Neves, mas você mostrou sua personalidade verdadeira, e ouvindo-a falando nas gravações, ficou claro que você tem uma personalidade de bandido.

  2. Daniel Fernandes
    segunda-feira, 22 de maio de 2017 – 13:12 hs

    Uma dica para o Aécim: fica quieto que é melhor. As suas explicações tornam o quadro ainda mais desolador.

  3. segunda-feira, 22 de maio de 2017 – 14:59 hs

    “#REAGEBRASIL. Quem tem o rabo preso, se locupletou, apropriou, roubou, desviou, manipulou, dissimulou, fraudou, escondeu, mentiu, falsificou. Tem que ir preso. Independente dos meios ESPÚRIOS com que o denunciante jogou no ventilador. Isso é uma questão de só menor importância. Não invalida a gravidade das acusações e aquele que é o objeto das mesmas deve pagar com o rigor da lei. Também não se pode nem se deve permitir que o instituto da ‘delação premiada’ se transforme num ‘HABEAS CORPUS PREVENTIVO. Nem tampouco que seja um salvo conduto para o corruptor se safar das penas da lei. É tão criminoso ou mais do que aquele agente público que ajudou ele a assaltar os cofres públicos. Esses dois irmão da JBS (FRIBOI) não passam de bandidos criminosos. Deveriam ser enquadrados e responder por ASSOCIAÇÃO CRIMINOSA. Vão escapar assim? Sem nenhuma pena? Que nesse acordo de leniência eles paguem o máximo que a lei permitir. E se possível mais pouco. Não é admissível que eles saiam impunes assim. Só aqui nesse País de M… Que tem Complexo de Alice e sofre da Síndrome de Estocolmo. Esse acordo desses dois criminosos é mais grave e vergonhoso para as autoridades brasileiras do que aquele que o Marcelo Odebrecht fez. Esse pelo menos foi preso e ainda está. Os dois irmãos estão em NY curtindo a Nigth da Big Apple. Rindo dos idiotas dos brasileiro. Cada vez mais me convenço mais que somos um povo de cordeiros criminosamente alienados, conduzidos ao matadouro pelos próprios tosquiadores!…” – Profº Celso Bonfim

  4. Rogerio
    segunda-feira, 22 de maio de 2017 – 17:09 hs

    Só tem umas palavras para definir “SALAFRÁRIO, CANALHA E CORRUTO” espero que sua carreira de politico tenha acabado.

  5. segunda-feira, 22 de maio de 2017 – 18:02 hs

    Esse pilantra nunca me enganou as palavras chulas é o menos pior que tem em sua personalidade alias palavrões até padres dizem e isso não torna ninguém bandido o que o torna são suas ações de mafioso e ladrão que já era de conhecimento de todo mundo menos dos hipócritas coxinhas que se fazem de surpresos.

  6. Recruta Zero
    segunda-feira, 22 de maio de 2017 – 22:17 hs

    Na ultima eleição para presidente, no segundo turno, votei contra a candidata do pt. Se soubesse antecipadamente em que traste votaria, teria anulado meu voto. Por desconhecimento não posso nem me arrepender.

  7. CARRASCO
    terça-feira, 23 de maio de 2017 – 5:46 hs

    Só falam a mesma língua quando se trata de corrupção.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*