ALL não cumpre Lei Municipal | Fábio Campana

ALL não cumpre Lei Municipal


A vereadora Katia Dittrich ouviu inúmeras reclamações de moradores dos bairros Cristo Rei, Ahú, Alto da XV, Cabral e adjacências. A reinvindicação é para que a lei municipal 10625/2002  seja cumprida. Sancionada em 2005, a “Lei do Silêncio” proíbe a circulação de composições em período noturno, entre dez da noite e sete da manhã. Mas a empresa insiste no transporte nesse espaço de tempo.
Katia Dittrich entrou com um pedido de fiscalização na Câmara para que a lei seja cumprida.


5 comentários

  1. Daniel Fernandes
    quarta-feira, 24 de maio de 2017 – 10:56 hs

    Não cumpre mesmo. Eu moro no Centro, e ouço o apito dos trens de madrugada.
    Aliás, tem mais barulho que incomoda. Por exemplo, acho que deveriam proibir a circulação de motos e carros barulhentos, além de som alto (além do que, geralmente o indivíduo está ouvindo música ruim).
    Moro em um oitavo andar, de frente para uma rua muito movimentada.
    O barulho de algumas motocicletas é simplesmente insuportável.
    A gente não consegue ouvir-se dentro de casa.
    Por aí já dá para ver o tipo do brasileiro.
    Não está nem aí se o barulho da geringonça dele incomoda os outros. Quer ouvir barulho de moto? Faça um MP3 com o barulho, toque num player, e ouça no fone de ouvido enquanto guia a moto (ou o carro).
    Ninguém mais tem de suportar este tipo de ruído infernal.

  2. quarta-feira, 24 de maio de 2017 – 12:45 hs

    PARABÉNSSSSS….DANIEL..FERNANDES….UM DIA ELES VÃO RESPEITAR NEM QUE SEJA NO SEU BOLSO..E OU PRISÃO;;;;;;;;

  3. Daniel Fernandes
    quarta-feira, 24 de maio de 2017 – 12:48 hs

    Obrigado!

  4. quarta-feira, 24 de maio de 2017 – 16:00 hs

    Boa tarde moro no Bacacheri e perto da Nossa Senhora da Luz e comum ouvi-los entre 10 da noite se estendo ate` as 3 / 4 e pouco da manha,de ontem p. hoje foi assim entao a coisa anda normalmente como se nada fosse envoiado a eles p. desespero e raiva do povo .Nesse pais onde as leis so funcionam com medidas extremamente pesadas as empresas fazem oque querem e se ferre o povo ,ou toma conta e da o fim de vez no problema ou se muda porque tao cedo o problema nao sera` resolvido .

  5. Fabio
    sábado, 27 de maio de 2017 – 1:26 hs

    Fora passarem em horário proibido, em muitas dessas passadas o maquinista não buzina/apita pegando quem passa de surpresa, pois não se espera que um trem passe nesse horário ainda mais sem apito e muitas vezes os sinais luminosos estão estragados dando aviso quando não está passando nada ou não pisca quando passa o trem.
    Não sei se não apitam pra não incomodar ou por que o maquinista pega no sono (são trens em fins de noite e madrugada)

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*