A hora e a vez de Paulo Maluf | Fábio Campana

A hora e a vez
de Paulo Maluf

A 1ª Turma do STF condenou o deputado Paulo Maluf (PP-SP) por lavagem de dinheiro a 7 anos, 9 meses e 10 dias de prisão em regime fechado, multa de R$ 1,302 milhão e a perda dos bens objeto de lavagem de dinheiro..
Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber e Luiz Fux votaram a favor da condenação, Marco Aurélio Mello votou pela absolvição, argumentando que o crime já está prescrito, o que impede a punição. Entretanto, o entendimento é de que lavagem de dinheiro é um crime permanente, o que significa que o ato de ocultar bens e valores que venham de atividades ilegais tem como contagem para prescrição o momento da descoberta e não do ato em si. O MPF responsabilizou Maluf por desvios de mais de US$ 172 milhões. Mas parte dos crimes já foi prescrita. Fachin considerou apenas desvios na ordem de US$ 15 milhões.


4 comentários

  1. Daniel Fernandes
    terça-feira, 23 de maio de 2017 – 16:28 hs

    Antes tarde do que nunca!

  2. CARRASCO
    quarta-feira, 24 de maio de 2017 – 5:35 hs

    O caso do Maluf deixa muito claro o absurdo da morosidade das
    nossas leis. Eu tenho uma opinião contrária à condenação deste
    cara desta maneira. Se o Maluf roubou e engavetou US$ 172 milhões e as penas aplicadas foram sobre os US$ 15 milhões por prescrição das penas depois de longínquos anos a condenação deveria ser revogada.
    Não por defender corruptos, porem para alertar o país que estes
    julgamentos precisam ser rapidíssimas.

  3. NA CORDA BAMBA
    quarta-feira, 24 de maio de 2017 – 5:37 hs

    Até que enfim Maluf, pai do Lula. Não ouvi, não vi e não falei.
    Vai curtir o sol nascer quadrado velhão !!!

  4. CARRASCO
    quarta-feira, 24 de maio de 2017 – 7:46 hs

    Estou ansioso para que nas diretas já o Presidente das Filipinas
    desembarque como candidato vitorioso aqui no Brasil. O Lula perde-
    ria o restos dos dedos e a dona Dilma teria a boca costurada com fio
    de aço !!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*