17ª ação da Publicano | Fábio Campana

17ª ação da Publicano

Foram denunciados mais 21 pessoas na Operação Publicano, que investiga esquema de corrupção dentro da Receita Estadual do Paraná.
São 18 auditores fiscais e três empresários acusados de cobrança de propina e sonegação de impostos. A 17ª ação da Publicano é de improbidade administrativa, que prevê aplicação de multas, demissões e recuperação do dinheiro supostamente desviado.

A investigação acontece desde 2014, em março de 2015 a Operação se tornou pública e desde então foram feitas prisões, depoimentos e acordos de delação premiada.
O esquema descoberto obedecia uma ordem: os auditores fiscais não faziam as fiscalizações corretamente e não autuavam os sonegadores. Depois, cobravam propinas dos empresários para anular débitos e reduzir, por meio de fraudes, o valor dos impostos.
Em dezembro de 2016, a Justiça condenou 42 réus na primeira sentença da operação.
A segunda sentença da Publicano, de 28 de março, condenou dois ex-auditores da receita a 10 anos de prisão por corrupção passiva tributária.


Um comentário

  1. Daniel Fernandes
    terça-feira, 23 de maio de 2017 – 13:18 hs

    “São 18 auditores fiscais e três empresários”
    E a Maria Victoria fala que os empresários precisam ser mais ouvidos.
    Sério?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*