Temer vai demitir indicados por 25 infiéis | Fábio Campana

Temer vai demitir indicados por 25 infiéis

O presidente Michel Temer listou 25 parlamentares que terão seus aliados demitidos de cargos públicos por terem votado contra o governo na proposta de mudança da legislação trabalhista e também por não apoiarem a reforma da Previdência. Atenção, há paranaenses na roda. O deputado Luciano Ducci, do PSB, e a deputada Christiane Yared, do PR, que já se declararam contra as reformas, vão perder as boquinhas que conseguiram para seus apaniguados.

A estratégia do Palácio do Planalto é tirar os cargos dos parlamentares considerados infiéis e transferir as nomeações para outros, em troca dos votos destes deputados na reforma da Previdência. O governo considera ter sido traído por cerca de 70 deputados. Espera que as demissões ajudem a reverter a posição do resto do grupo.


3 comentários

  1. JOHAN
    sábado, 29 de abril de 2017 – 18:24 hs

    Caro FÁBIO, é muito difícil acreditar que o presidente TEMER seja vingativo ao ponto de retirar os cargos dos apaniguados assessores dos traidores. Traidor é traidor. Foi uma vez, não tem retorno. Agora os traidores não merecem mais qualquer credibilidade, pois não possuem sequer credibilidade política, entre seus pares, que dizer de compromisso com os eleitores. Acreditar em promessa de parlamentar já é difícil, agora acreditar em promessa de traidor, é mais inverossímil ainda. A classe política a cada dia se desmerece mais e com muita competência em se sujar. Esses parlamentares desses partidos sabugos da ORGANIZAÇÃO devem ser defenestrados da vida pública nacional..Atenciosamente. .

  2. Benjamin Button
    domingo, 30 de abril de 2017 – 19:49 hs

    E faz muito bem, apesar de discordar totalmente desta coisa de toma lá dá cá, nojenta e abjeta que só enlameia no Serviço Público e as estatais. Infelizmente tive que conviver com gente assim, apaniguados de políticos, gente incompetente em sua maioria, vagabundos/puxa saco, tudo numa pessoa só. Bem diz o Ratinho Pai, cuecas de seda, bando de vadios e safados. Faz bem Temer, apaniguado de traidor tem ir para a ria mesmo.

  3. Franco
    terça-feira, 2 de maio de 2017 – 18:19 hs

    Temeroso, o que se vê como grande “ESTADISTA”, faz pressão em sua base política, com a caneta na mão, exonerando servidores apadrinhados de “infiéis”, e com pressão psicológica (chantagem) contra outros aliados que pretendam exercer seu direito de voto, em contrário, à determinação do “CHEFE”! Deveria ser aberto processo por “ASSÉDIO MORAL” em função da exposição midiática do nome dos servidores e respectivas funções; e, também, outro processo por “ASSÉDIO MORAL” pela tentativa de intimidação!!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*