Palocci pode entregar divisão de propina com Lula | Fábio Campana

Palocci pode entregar divisão de propina com Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a ser alvo do ex­-ministro Antonio Palocci, preso na Operação Lava-Jato. Em conversa com advogado, ele informou que, junto com Lula, teria sido beneficiário de um terço de propinas pagas durante a criação e montagem da Sete Brasil, em 2010. Lula soube do relato e rebateu, em entrevista à uma rádio do Nordeste. As informações são do Valor e do O Globo.

A Sete foi uma sociedade de propósito específico constituída para construir 29 sondas, destinadas à exploração de petróleo, pela Petrobras, na camada pré­- sal. Na época, a previsão do governo Lula era a de que a empresa ­ hoje em processo de recuperação judicial ­ atrairia investimento de US$ 25 bilhões até 2020, sendo que R$ 8 bilhões foram colocados no projeto por fundos de pensão estatais, bancos estatais e privados e empreiteiras, como a Odebrecht e a Queiroz Galvão.


4 comentários

  1. EDGAR
    terça-feira, 25 de abril de 2017 – 17:16 hs

    MAIS UMA VEZ, LULA NÃO SABIA DE NADA

  2. Parreiras Rodrigues
    terça-feira, 25 de abril de 2017 – 21:49 hs

    Os fundos de pensão que foram para o saco…

  3. FUI !!!
    quarta-feira, 26 de abril de 2017 – 6:24 hs

    Agora o Palocci precisa entregar as provas das delações. Precisa
    correr muito porque o Marcelo Odebrecht já partiu na frente e se
    não quizer apodrecer na cadeia o momento é agora antes da audi-
    encia do Lula.

  4. Edna
    quinta-feira, 27 de abril de 2017 – 14:36 hs

    Primeiro lamento você escrever quiser com z.sem comentários

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*