MTST e aeroviários vão tentar fechar aeroportos de SP na sexta | Fábio Campana

MTST e aeroviários vão tentar fechar aeroportos de SP na sexta


O Sindicato dos Aeroviários de Guarulhos pediu ajuda ao MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto) para fechar os dois principais aeroportos do país, o Aeroporto Internacional Governador Franco Montoro, conhecido como aeroporto de Guarulhos, e o de Congonhas.

O protesto está marcado para a sexta (28) dia escolhido por organizações sindicais para tentar promover uma greve geral no país. Representantes da entidade se reuniram com o líder do MTST, Guilherme Boulos, nesta segunda (24). Ele concordou em engrossar o movimento dos trabalhadores do setor aéreo, que devem entrar em paralisação.

Caso a ação consiga paralisar os dois terminais, ela deve atingir aeroportos de todo o país, que têm centenas de voos destinados a Guarulhos e à capital paulista.

O aeroporto internacional tem em média mais de 700 pousos e decolagens por dia. Em Congonhas são cerca de 500 pousos e decolagens por dia.


2 comentários

  1. HORA DA VERDADE
    quarta-feira, 26 de abril de 2017 – 19:52 hs

    CONVOCAR UMA ASSEMBLEIA NA VÉSPERA DE UMA PARALISAÇÃO GERAL É UM EVIDENTE ABUSO. MAIS QUE ABUSO É UM CRIME CONTRA A ORDEM ECONÔMICA QUE NOSSOS DILIGENTES LEGISLADORES AINDA NÃO SE APERCEBERAM DISSO.
    MAS BASTA TIRAR O OBRIGATORIEDADE DO DESCONTO DO IMPOSTO SINDICAL QUE A R E A L I D A D E, acabara se impondo, pois esta pelegada sindical, não terão mais os cofres abarrotados para patrocinarem suas mordomias pessoais.
    Dá-lhe REIquião,

  2. JÁ ERA...
    quinta-feira, 27 de abril de 2017 – 8:25 hs

    Os movimentos reinvidicatórios de antigamente que se concretiza-
    vam em greve, hoje transformou-se em verdadeira baderna. O que
    tem a ver o Sindicato dos aeroviários com o MTST !? A prova cabal
    de que não existe nenhum objetivo neste movimento e sim uma ba-
    derna geral que já transformou o país na maior furada do planeta…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*