Da base do governo, quatro deputados do Paraná votaram contra reforma trabalhista | Fábio Campana

Da base do governo, quatro deputados do Paraná votaram contra reforma trabalhista

Dos sete deputados que votaram contra a reforma trabalhista, quatro são da base do governo de Michel Temer (PMDB): Christiane Yared (PR), Fernando Francischini (SD), Leopoldo Meyer (PSB) e Luciano Ducci (PSB). Outros três que votaram contra são da oposição: Aliel Machado (REDE), Assis do Couto (PDT) e Enio Verri (PT).


11 comentários

  1. Cristiano
    quinta-feira, 27 de abril de 2017 – 12:04 hs

    Nao entendo e o marido da LOCA Yared esta na Itaipu???????
    Bota para correr esta LOCA Presidente….

  2. Sergio R.
    quinta-feira, 27 de abril de 2017 – 12:14 hs

    Votei no Fernando Francischini. Bom saber que votou contra. Na próxima eleição não voto mais. Simples assim.

  3. FALA SÉRIO
    quinta-feira, 27 de abril de 2017 – 12:38 hs

    Acho que estes deputados não leram direito a reforma trabalhista, só pode.
    Porque pelo que observei, esta reforma é muito benéfica ao trabalhador, trazendo vantagens ao trabalhador. Sem contar que não vai precisar trabalhar um dia somente para sustentar estes parasitas de sindicalistas.
    Uma decepção, principalmente para a Deputada Yared e o Deputado Francischini.
    Mas, este voto contra a reforma, ajuda a gente escolher em quem não votar na próxima eleição.

  4. PARANAENSE QUE NÃO ESQUECE
    quinta-feira, 27 de abril de 2017 – 14:03 hs

    TODOS INIMIGOS DO POVO, VOCES NOS TRAIRAM E NÃO ESQUECEREMOS DISTO NAS ELEIÇÕES, QUEREM SE ABRAÇAR COM OS SINDICATOS

  5. Roberto Carlos Cassou
    quinta-feira, 27 de abril de 2017 – 15:14 hs

    Temos que ver se esse presidente Temer tem saco roxo mesmo.
    Tem deputado federal que nomeou vários cupinchas na Itaipu e agora roeu a corda.
    Temer, manda embora esses pelegos desses deputados vira casacas.

  6. Recruta Zero
    quinta-feira, 27 de abril de 2017 – 15:57 hs

    Lamentável, Dep. Franceschini………perdeu mais um voto futuro.

  7. Valmor Lemainski - Cascavel
    quinta-feira, 27 de abril de 2017 – 17:14 hs

    Turma de frouxos… Duvido que, de sã consiência, todos eles não souberam reconhecer os benefícios da nova lei… Isso é o que podemos caracterizar como FISIOLOGISMO ELEITORAL.

  8. henry
    quinta-feira, 27 de abril de 2017 – 17:35 hs

    ESTES dePUTAdos QUE VOTARAM CONTRA, SÃO ALIADOS (inclusive o tal francischini), DOS vermes petistas E DOS PELEGOS DOS SINDICATOS, QUE SÃO ABSOLUTAMENTE CONTRA ESTA REFORMA TRABALHISTA, PORQUE PERDERÃO os milhões DAS CONTRIBUIÇÕES, ANTES OBRIGATÓRIAS. LEMBREM QUE 2018 TEM ELEIÇÃO, ONDE ESTES vermes TENTARÃO SE REELEGER.

  9. quinta-feira, 27 de abril de 2017 – 19:35 hs

    Franceschini,virou PT ,vem pedir voto Denovo ACABOU….

  10. Cândido
    quinta-feira, 27 de abril de 2017 – 21:40 hs

    Vamos q vamos doutor ulysses

  11. Cristiano
    sexta-feira, 28 de abril de 2017 – 13:27 hs

    E o Boca de Guaiaca do Ducci votou contra tem que tirar o indicado dele da Itaipu que entrou no lugar do Piola o tal de Davi Campos.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*