Black blocs participam de atos de greve, diz governo | Fábio Campana

Black blocs participam de atos de greve, diz governo

A coluna Painel, da Folha de São Paulo, informa que a equipe de inteligência do governo federal identificou risco de participação de black blocs nos atos da greve geral desta sexta (28) em ao menos cinco capitais: São Paulo, Rio, Brasília, Porto Alegre e Fortaleza. As equipes de segurança locais foram avisadas e o Planalto já trabalha com a possibilidade de haver conflito.

Auxiliares do presidente Michel Temer dizem que houve uma radicalização no discurso de convocação para as manifestações após a aprovação da reforma trabalhista. O governo também diz que há estratégia para posicionar estudantes menores de 18 anos à frente dos movimentos para constranger a ação das polícias militares.


2 comentários

  1. Doutor Prolegômeno
    sexta-feira, 28 de abril de 2017 – 10:41 hs

    Num país de 15 milhões de desempregados essa greve é uma piada de mau gosto. Serve aos propósitos da pelegada lulopetista e de vagabundos que querem aproveitar para esticar o feriado. Na verdade, quem sai prejudicado, como sempre, é o povo mais humilde, dependente de transportes coletivos e de serviços públicos em geral. O resto é papo furado.

  2. Parreiras Rodrigues
    sexta-feira, 28 de abril de 2017 – 10:51 hs

    Não houvesse a adesão do transporte público e a greve seria um fracasso. Os Trabalhadores, isso mesmo, com T maiúsculo, querem trabalhar. Prejudicados maiores são os balconistas, as diaristas e assemelhados, e, por fim, os estudantes. Os primeiros, porque dependem do ônibus e os segundos, porque à merce duma classe estupidificada pelo marxismo, cuja teoria deu no que deu, na Rússia e seus satélites, na Argentina, na Bolívia, na Venezuela e, principalmente em Cuba, que já aceitou o penico oferecido pelo capitalismo.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*