Assalto a mercado acaba com um morto | Fábio Campana

Assalto a mercado acaba com um morto

Por volta das 15 horas quatro rapazes tentaram assaltar o mercado BIG do Boa Vista, em Curitiba. Dois deles entraram no hipermercado, deram voz de assalto no setor de celulares e acabaram trocando tiros com um policial à paisana, que presenciou a ação. Um dos assaltantes morreu e outro acabou ferido.

Os outros dois jovens foram detidos no bairro vizinho do Bacacheri. Eles estavam em um Audi branco que teria sido usado em outro assalto a hipermercado, desta vez na manhã desta sexta, no Bom Retiro. O veículo foi apreendido. As informações são da Gazeta do Povo.


6 comentários

  1. PM
    sexta-feira, 7 de abril de 2017 – 18:46 hs

    Os PM a paisana não estão fazendo compras, mas sim são seguranças contratados dos mercados, hoje deu certo para o PM, mas tem ocasiões em que quem perde a vida é o PM, se fossemos valorizados, não precisaria fazer bico.

  2. Olmir
    sexta-feira, 7 de abril de 2017 – 19:21 hs

    Situação, ocorrência lamentável, o assalto, elogiavel a ação do policial, apesar de ter se exposto, correu risco de vida. Em uma unidade de grande grupo americano, que recentemente promoveu o fechamento várias dezenas de unidades, lojas, lojas que passaram a ser fora de padrão operacional, de rede de quase uma dezena e meia de milhares de lojas em diversos países, aqui n nosso estado os fechamentos resultaram a perda de meia dúzia de milhares de funcionários, que apesar da enormidade de qui a de seus trabalhadores, os da base funcional, de salários baixos, coisa geradora de problemas de gestão, principalmente em reposições e itens disponíveis, mas em termos salariais se sabe que é da prática, tática operacional da empresa inclusive no seu país de origem. O lamentável da ocorrência do fechamento de unidades, ocorrência feita uma unidade superavitaria, funcionários relataram que superaram em quase quarenta pontos percentuais a meta estabelecida, o lamentável do fechamento foi devido a que acreditavam estar es postos a contaminação devido a ação comunista verificada, coisa exercida por ordem e conta de eleita, no exercício do poder, se valeu de oportunismo e de ajuda e benefícios a picaretas estelionatários estrangeiros e de discípula cidadania, coisa de perseguição que executam conta simples cidadão, trabalhador e investidor, que se valeram desde o inicio com ajuda de promotor e juiz a, e ou seja pessoas que recebem salários públicos, mas agem em associação a quadrilha e roubando, rodopiando cidadão brasileiro.

  3. Olmir
    sábado, 8 de abril de 2017 – 0:24 hs

    De outro modo de dizer, foi ação, o espírito do policial, que apesar de ter colocado a vida em risco, evitou prejuízo para uma grande empresa e salvaguardou a vida de trabalhadores. No paroquial, do histórico de mais de três décadas e meia, os seguranças os que recebem salários pagos pela contribuição mensal do conjunto, são alguns que se valeram das vantagens e passaram a contribuir com a perseguição, e com base nisso por diversa vezes expuseram a minha vida e patrimônio e a até situação de inúmeros prejuízos e danos imensuráveis, linchamento moral patrocinado, e mesmo contribuindo com a exposição para a existência de ação comunista contra direitos, recurso e propriedade, até ocorrência de ação de espécie de extorsão, pior que por pessoa que simplesmente de vários anos é ativa em difamação a calunias, e ou outro que simplesmente até se entitula estar no cargo superior a deus dono da verdade e dar destino a propriedade e vida alheia, de trabalhador, simples cidadão e investidor,……colaborarem com ação comunista de participação efetiva da di… vigarista e ou a favor de estrangeiros e de dupla cidadania, assim como parentes de grande mandatário, nisso o exemplo de como fizeram pode ser descrito na ocorrência da rua Quari e adjacente onde estavam lotados e não exitaram a mostrar as suas garras…..
    Sendo assim é de bom tom dar parabéns ao policial, pela sua agilidade em salvaguardar a vida de trabalhadores e do patrimônio de um grande contribuinte de impostos que auxiliar a pagar o seu salário.

  4. FUI !!!
    sábado, 8 de abril de 2017 – 5:18 hs

    Hoje está mais fácil viver na savana da África com risco de ataques
    de leões do que nas grandes cidades. Lá os bichos não usam armas.

  5. VISIONÁRIO
    sábado, 8 de abril de 2017 – 5:22 hs

    O Brasil está caminhando lentamente para ser o campeão de mor-
    tes violentas. As crises de vários níveis e a impunidade leva a um
    aumento gradativo de assaltos. Dizer que por aqui morre mais gente
    por dia do que em uma guerra pelo mundo afora é para ninguem
    acreditar. No Japão ocorreu duas mortes violentas em dez anos.
    Por aqui ocorre isto em meio segundo. Triste realidade…

  6. Vitor
    sábado, 8 de abril de 2017 – 8:51 hs

    Interessante, porque não substituir o termo jovens por meliantes, marginais. Nosso dicionário é vasto.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*