As deformações insanáveis | Fábio Campana

As deformações insanáveis

Por Fábio Campana

Beto Richa tem sido duramente atacado pela oposição que se vale de denúncias e boatos sem qualquer comprovação. Richa não sofreu nenhuma condenação. Diz sabedoria antiga, a qual logo aderiram os extratos da sociedade movidos pelo ressentimento, que em política o que importa não é o fato, é a versão. A rigor, não há fatos, há versões. A versão do delator, do réu, da testemunha, do promotor público, dos advogados de defesa. Dentre elas, decide o juiz. Nossa política passou a ser assim. Num processo menos ordenado, mais livre e primitivo, todos os políticos dependem da versão que consegue se impor, no momento preciso, aos olhos da maioria, e não aquela que poderia ser a mais fiel ou a mais exata.

Hoje, quando se fala de um político nativo, a primeira pergunta não é sobre o seu potencial de votos. Também não é sobre sua ideologia, seu partido ou seus índices de popularidade. O que se quer saber de imediato é se ele está limpo para a Lava Jato, para o juiz Sergio Moro ou para o Ministério Público em qualquer de suas instâncias. A chance de um candidato é maior ou menor conforme a sua situação nas investigações.

Há mérito no trabalho de combate à corrupção. Mas também há deformações insanáveis. Muitas vezes a condenação pública acontece antes do julgamento final. A maioria dos brasileiros não distingue a denúncia do procurador ou promotor da sentença transitada em julgado. A denúncia vazada por um policial, um promotor ou outro agente interessado, pode condenar o cidadão à morte política. Não custa admitir que a probidade intelectual não é um ingrediente costumeiro, nem em política, nem em assuntos conjugais, nem em qualquer dos outros campos da convivência humana.

Sabem os mestre da informação que o mais importante é garantir que basta que a “versão” transpire e seja interpretada negativamente pelos meios de comunicação para destruir a reputação de um político, pois o que vai decidir tudo, afinal, é a inclinação da maioria do povo. Tanto se comete desta ignomínia que aos olhos da população não há político que não seja suspeito de ter cometido falcatruas e chafurdado na corrupção. E no papel de justiceiros os promotores, policiais e juízes se tornam heróis a combater o dragão da maldade para restaurar a felicidade geral da Nação. Provoca engulhos.


11 comentários

  1. Do Mato
    quarta-feira, 5 de abril de 2017 – 12:12 hs

    Como defende o patrãozinho mas para o PT todo mundo é culpado antes de ser julgado dois pesos e duas medidas do blog totalmente imparcial

  2. QUESTIONADOR
    quarta-feira, 5 de abril de 2017 – 12:42 hs

    -Cabe ao acusador o ônus da prova e toda pessoa é inocente até que seja provado o contrário!!!
    -O texto resume bem a política nesses tempos de delações premiadas e conduções coercitivas e temos que convir que o sistema está se adaptando para manter-se vivo, haja visto, a atual reforma política pretendida….Caso esta reforma consiga lograr êxito é contra os anseios populares cheirando à uma enorme “pizza”!!!!
    -Cabe aos políticos o rumo desta Nação, mas tamanha responsabilidade poderá ser totalmente revogada por meio de um conflito social com data para começar e sem data para acabar e onde será derramado sangue em nosso solo pátrio….vejam a que ponto chegamos!!!!

  3. quarta-feira, 5 de abril de 2017 – 12:54 hs

    Quando as delações são contra Lula e Dilma esse blog faz festa e repete 10 vezes ao dia o assunto quando a metralhadora se volta contra Richa e Aécio eles são coitadinhos e vitimas de um sistema criminoso vamos ser menos parcial e falar verdades mesmo que seja contra os nosso companheiros que nos sustentam.

  4. Sergio Silvestre
    quarta-feira, 5 de abril de 2017 – 14:20 hs

    Mas ai não precisou a midia não e não adianta os textos para encher linguiça,sabemos e o paranaense está em sintonia não com sua administração,mas com sua conduta corrupta de negociatas onde se estourar da uns 200 anos de cadeia em regime fechado.

  5. Toribio
    quarta-feira, 5 de abril de 2017 – 14:37 hs

    Engraçado que nunca li nada parecido com esse texto aqui no blog quando diz respeito a denuncias e vazamentos sobre politicos que o blogueiro nao gosta.

    E como sei que esse comentario nao vai ser publicado, pra quem quer que esteja lendo, mande o Fabio Campana tomar vergonha na cara e parar de ser hipocrita.

  6. Carlos Pereira
    quarta-feira, 5 de abril de 2017 – 14:52 hs

    Contudo, essas “deformações insanáveis” são alimentadas pelos meios de comunicação, onde criminalizar a política parece ser o único objetivo. Fora da política, só o arbítrio! Aí sim, com deformações insanáveis!

  7. Carlos Pereira
    quarta-feira, 5 de abril de 2017 – 14:52 hs

    Contudo, essas “deformações insanáveis” são alimentadas pelos meios de comunicação, onde criminalizar a política parece ser o único objetivo. Fora da política, só o arbítrio! Aí sim, com deformações insanáveis!

  8. educador
    quarta-feira, 5 de abril de 2017 – 15:18 hs

    Se for PTista pode sofrer condenação antecipada, mas se for o Patrão aí é deformação ahhahaha que piada

  9. henry
    quarta-feira, 5 de abril de 2017 – 17:30 hs

    ANOTEM AÍ. O GOVERNADOR BETO RICHA EM SENDO CANDIDATO AO SENADO EM 2018 (coisa que acredito que será),TEM ASSEGURADA UMA DAS DUAS VAGAS EM DISPUTA. A OUTRA VAGA, SERÁ DISPUTADA POR UNS 5 NOMES QUE VÃO SE MATAR POR ELA.
    O CANDIDATO AO GOVERNO QUE TIVER O SEU APOIO, TERÁ 55% DA ELEIÇÃO GANHA. CONFIRAM!!!!

  10. Fernando10
    quarta-feira, 5 de abril de 2017 – 22:46 hs

    Quem não deve, não teme. Campana até você é contra a Lava Jato!

  11. quinta-feira, 6 de abril de 2017 – 12:54 hs

    Opa sobrou um pouco de vertente democrática no Campana publicou finalmente um comentário meu contra o que ele defende. Parabéns.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*