Aécio recebia mesada de R$ 2 milhões | Fábio Campana

Aécio recebia mesada de R$ 2 milhões

Marcelo Odebrecht e outro executivo da empresa contaram que o senador Aécio Neves, presidente nacional do PSDB, recebeu “vantagens indevidas” em troca de apoio a interesses da empreiteira, sobretudo no caso dos projetos das usinas hidrelétricas de Santo Antônio e Jirau. Segundo o colaborador Henrique Valladares, Aécio, identificado como “Mineirinho”, recebia mesadas que variavam de 1 milhão de reais a 2 milhões de reais.

Aécio Neves também foi citado por dois delatores, que disseram que a Odebrecht pagou, a pedido do senador, “vantagens indevidas” travestidas de doações eleitorais à campanha ao governo de Minas Gerais do tucano Antonio Anastasia, hoje senador. Um dos repasses foi de cerca de 5,5 milhões de reais. Houve apresentação de prova documental, segundo o Ministério Público.


Um comentário

  1. JÁ ERA...
    quarta-feira, 12 de abril de 2017 – 11:01 hs

    Até tu Aécio. Posou durante anos de bom moço, criticou a dupla
    Dilma / Lula e deu no que deu. Político que se prese precisa ser
    ladrão mesmo.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*