Aécio não pediu contrapartida para doação, diz Odebrecht | Fábio Campana

Aécio não pediu contrapartida para doação, diz Odebrecht

Na sua delação, o empreiteiro Marcelo Odebrecht disse que as contribuições ao senador Aécio Neves (PSDB-MG) em 2014 não tiveram qualquer contrapartida ou pedido do tucano. “Nunca teve uma conversa pra mim de pedir nada, vinculado a nada…nunca cobrou nada por isso ou aquilo”, disse Odebrecht em vídeo gravado do depoimento e revelado com exclusividade pelo O Antagonista..

“Não não”, reiterou Odebrecht. “Veja bem, Aécio é um cara que tinha liberdade suficiente comigo e nunca cobrou nada por isso ou aquilo. Obviamente que existia a expectativa de eu apoiar ele, e, exatamente por isso nunca teve uma conversa para mim de pedir nada, vinculado a nada”, completa o trecho revelado pelo O Antagonista.

Já Benecdito Júnior, outro diretor da Odebrecht, diz na sua delação que não foi possível doar R$ 15 milhões a Aécio Neves no segundo turno da campanha de 2014. Mais: que “eles (a campanha de Aécio) não quiseram receber esse dinheiro lá fora. Eles queriam receber aqui dentro e nós não tínhamos mais capacidade de fazer esse volume de dinheiro no Brasil”.


4 comentários

  1. Sergio Silvestre
    quarta-feira, 12 de abril de 2017 – 18:03 hs

    Chiiii tá cheirando maracutaia,acho que esse sujeito está dizendo coisas a troco de liberdade.

  2. quarta-feira, 12 de abril de 2017 – 18:33 hs

    Cabra HONESTO esse Aécio!! SQN!!!

  3. quarta-feira, 12 de abril de 2017 – 18:38 hs

    O PSDB não quis dinheiro sujo? Bah, mas então não joguei meu voto fora em 2014!!! Os cabra desse partido são tudo HONESTO!!!

    sqn

  4. JÁ ERA...
    quinta-feira, 13 de abril de 2017 – 5:54 hs

    A Odebrecht não tem nada do que reclamar. Superfaturou todas
    as obras, arrancou dinheiro de tudo que é lado e simplesmente re-
    passava para os políticos. Nunca houve um superavit tão importan-
    te na história desta empresa. E nós continuamos pagando a conta…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*