Toma lá dá cá de Greca gera revolta | Fábio Campana

Toma lá dá cá de Greca gera revolta

da Banda B

Os moradores do Bairro Alto, em Curitiba, estão revoltados com a transferência da estátua do Cacique Tindiquera da vilinha da região para a Praça Tiradentes, no Centro. A instalação aconteceu na manhã desta quarta-feira (29), em uma das ações em comemoração ao aniversário da cidade. A prefeitura alegou, no entanto, que a alteração só durará até que uma réplica seja feita para substituir a obra, enquanto que a original voltará para o bairro.

Segundo a advogada Daiane Dallarosa, que não concordou com a mudança, a estátua é um patrimônio histórico da região. “Ela estava lá por um motivo, era um marco para nós. Mas ontem foi o aniversário de Curitiba e a escultura simplesmente sumiu. Quando nós vimos a página do prefeito no Facebook, descobrimos que eles haviam feito a transferência para o Centro”, disse ela em entrevista à Banda B.

A moradora defende que, se a intenção era dar mais visibilidade à estátua, a prefeitura poderia ter instalado uma réplica na Praça Tiradentes. “Além de a gente não ter investimento no bairro, eles ainda retiram o que tem? Muita gente se revoltou aqui, nós queremos a original, não vamos aceitar uma imitação. Antes, nós levávamos o nosso filho para passear ali, explicava a história, mas agora não temos mais isso”, completou Daiane.

Na página do prefeito Rafael Greca (PMN) no Facebook, outras pessoas se mostraram indignadas com a retirada da estátua do bairro. “Prefeito, você esqueceu de dizer que retirou essa estátua do Bairro Alto onde ela tinha fundamento para a história de Curitiba. Essa estátua no Centro de não tem objetivo nenhum”, escreveu uma moradora. “Que feio, prefeito. Simplesmente vieram aqui no Bairro Alto, pegaram a estátua que é nossa, levaram para frente da Catedral e fica por isso. Devolvam nossa estátua. É dos moradores, é do bairro”, disse outro.

Outro lado

De acordo com a administradora da região Boa Vista, Janaína Lopes Gehr, a estátua foi retirada da Vilinha para ser restaurada e instalada no Centro apenas para as festividades do aniversário da cidade. “A lenda diz que o cacique Tindiquera apontou a Praça Tiradentes como o marco zero de Curitiba e, por isso, a escultura foi transferida para lá, mas só até se faça uma réplica para substituí-la. Depois, a original voltará para a o Bairro Alto”, declarou.

A réplica também será confeccionada pelo escultor Elvo Benito Damo no Centro de Criatividade do Parque São Lourenço.


5 comentários

  1. Juca
    quinta-feira, 30 de março de 2017 – 19:15 hs

    Prefeito medíocre. Devolva a escultura ao lugar onde ela se encontrava. Grande ação administrativa digna do rei da frescura.

  2. AMO
    sexta-feira, 31 de março de 2017 – 6:43 hs

    Prefeito e comunidade, vão procurar o que fazer.

  3. gabriel pencille
    sexta-feira, 31 de março de 2017 – 7:13 hs

    Ué, a prefeitura não está sem dinheiro? E tem verba para fazer réplica de estátua de índio? Não tem coisa mais importante?

    Outra coisa: não pinta faixas de trânsito, mas acaba de pintar toda sede da guarda municipal, no centro.

    E mais: o prefeito, que na campanha, postou foto no facebook de um ponto de ônibus cheio de moradores de rua dormindo, na Praça Santos Andrade, devia voltar lá. Está tudo igual, de novo.

  4. Estatística
    sexta-feira, 31 de março de 2017 – 10:09 hs

    Quem paga a réplica?

    Rafael, lá atrás, simplesmente continuou os projetos de Jaime Lerner, não criou nada de novo e deu os primeiros passos para o esvaziamento do IPPUC.

  5. QUESTIONADOR
    sexta-feira, 31 de março de 2017 – 10:56 hs

    -Tanta coisa para se preocupar e a gestão Greca se ocupa de assuntos mesquinhos gerando mais custas para o erário com toda esta operação…enquanto isso a cidade fica à mercê do imediatismo e do falso populismo enganador!!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*