Nada ainda sobre morte do empresário que denunciou gasolina adulterada | Fábio Campana

Nada ainda sobre morte do empresário que denunciou gasolina adulterada

Polícia ainda investiga morte do empresário Fabrízio Machado da Silva em frente à sua casa, em Curitiba. Ele fazia testes de qualidade da gasolina vendida em postos de vários estados e ajudou a polícia em uma investigação recente. Era presidente da Associação Brasileira de Combate a Fraudes de combustíveis (ABCFC). Ele foi morto logo depois de conversar com uma equipe do Fantástico.


3 comentários

  1. segunda-feira, 27 de março de 2017 – 15:32 hs

    “Será que ele foi morto por causa das denuncias que estava fazendo da Máfia dos postos? Será que foram eles que mandaram mata-lo?…” – Profº Celso Bonfim

  2. JÁ ERA...
    segunda-feira, 27 de março de 2017 – 15:58 hs

    Queima de arquivo !!!

  3. segunda-feira, 27 de março de 2017 – 17:54 hs

    Pergunta pro “eterno” presidente do sindicato dos postos de gasolina O mafioso Fregonese !

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*