O pacote de maldades de Rafael Greca | Fábio Campana

O pacote de maldades
de Rafael Greca

Com o título de “Plano de Recuperação de Curitiba”, vem aí o pacote de maldade de Rafael Greca de Macedo. É vário e tenebroso. Vai do aumento de alíquotas de impostos como o Imposto sobre Transmissão de Bens Imobiliários (ITBI) e mudanças no Cartão Transporte. Suspende os planos de carreira e, pasmem, adia a data-base dos servidores públicos municipais de 31 de março para novembro. Greca também endurece nas regras para a concessão de benefícios dos servidores, como licença-prêmio, 13º salários, gratificações e auxílios.


12 comentários

  1. Wilson
    segunda-feira, 27 de março de 2017 – 13:37 hs

    Este senhor enganou a todos. Não honra com suas promessas de campanha e o seu intuito é cobrar uma dívida que ele diz ter, se se tem, já deveria saber.
    É um absurdo os mandos e desmandos deste homem que não honra as suas promessas de campanha.

  2. Karamba
    segunda-feira, 27 de março de 2017 – 13:44 hs

    Certo ele. Se não for assim, viraremos a sucursal do “HELL” de Janeiro!

  3. antonio
    segunda-feira, 27 de março de 2017 – 14:32 hs

    Agora tô gostando do Greca. Não existe milagre. Não tem dinheiro fácil como ele falou que era só ir no Governo Federal. Promessa falsa. Mas tem que fazer o serviço sujo. Não tem mais de onde tirar dinheiro;.

  4. PIMENTA PURA
    segunda-feira, 27 de março de 2017 – 15:52 hs

    O Rafael transformou-se de tábua de salvação para tábua de mal-
    dição. Tá certo que o Fruet deve ter deixado uma imensidão de dívi-
    das, porem se candidatou deveria saber que seria assim. Que não
    fizesse promessas mirabolantes como todos os políticos fazem. O
    negócio agora é trabalhar. Os Curitibanos têm pressa, Greca !!!

  5. Sergio R.
    segunda-feira, 27 de março de 2017 – 16:31 hs

    Cada um tem a Janete que merece.

  6. AMO
    segunda-feira, 27 de março de 2017 – 19:16 hs

    Coisa boa, tacalhe pau Rafael Mijao, isso é pouco pra quem votou em vc sua carniça.

  7. Londrina
    segunda-feira, 27 de março de 2017 – 19:49 hs

    o rafaelzinho mentiu qdo respondeu a uma pergunta de um curitibano, afirmou que não iria administrar a cidade com a Bunda, mas é isso exatamente o que ele esta fazendo. Saiu um péssimo prefeito e entrou um pior ainda. Que burrice em coxas, agora, como disse o Zé Galo, “Vão ter que me engolir”

  8. Jorge
    segunda-feira, 27 de março de 2017 – 21:51 hs

    As medidas propostas são o mal menor pra enfrentar os problemas atuais, herdados.

  9. PORTAL DA TRANSPARENCIA
    terça-feira, 28 de março de 2017 – 9:53 hs

    No auge da administração Fruet, o número de cargo comissionados chegou a 486. De acordo com o próprio site da prefeitura com dados da folha de pagamento do mês de Fevereiro/2017, o número de comissionados da gestão GRECA já estava em 338 e deve chegar a 400 neste mês de março, pois a máquina de nomeação do secretário JAMUR é acelerada de acordo com o Diário Oficial do Município. De que adianta reduzir secretarias se o número de comissionados tende a aumentar?

  10. iri
    quarta-feira, 29 de março de 2017 – 17:16 hs

    Ao mesmo tempo que lança um pacote para tirar mais dos funcionários públicos que carregam Curitiba nas costas, ele cada dia mais enche as secretarias de cupinchas comissionados com seus salários gordos para mau saberem o que fazem, amigos dos amigos , filhos de políticos e por aí à dentro, tamanha safadeza, na campanha reza um coisa depois de eleito, querem tirar o tempo perdido

  11. Sandra
    quarta-feira, 29 de março de 2017 – 23:08 hs

    Certo ele….todos têm que dar sua quota. Queriam o quê? Que tudo continuasse igual? Povo só “olha em volta do seu próprio umbigo”.

  12. quinta-feira, 30 de março de 2017 – 14:47 hs

    É amigos.
    É preciso incentivar esta garotada de hoje para serem os políticos do amanhã.
    Ensina-los, lapida-los para serem gestores públicos limpos, honestos e verdadeiros.
    Infelizmente vivemos em um país cheio de corruptos e enganadores.
    Fazem de tudo para se elegerem, mas suas promessas são apenas manobras de campanha.
    É preciso mudar o Brasil, é preciso mudar este conceito político atual.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*