O carteiro e a remessa | Fábio Campana

O carteiro e a remessa


Em depoimento prestado ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o ex-executivo da Odebrecht José de Carvalho Filho disse que o atual ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha (PMDB), lhe passou todos os endereços para o pagamento de R$ 4 milhões destinados ao PMDB durante a campanha eleitoral de 2014.

Um dos locais indicados por Padilha foi o escritório de José Yunes, amigo e ex-assessor de Michel Temer (PMDB), informou Carvalho Filho ao ministro Herman Benjamin. Benjamin é o relator no TSE da ação que apura se a chapa de Dilma Rousseff (PT) e Temer cometeu abuso de poder político e econômico para se reeleger.

Esse pagamento teria sido realizado no dia 4 de setembro de 2014. “Todos os endereços, esses e os outros que eu não me lembro me foram dados pelo Eliseu Padilha”, disse Carvalho Filho. Segundo o ex-executivo da Odebrecht, a distribuição dos recursos foi determinada pelo executivo Marcelo Odebrecht.

“Procurei depois o Eliseu Padilha, no escritório dele, comentei o fato, ele já sabia, evidente, e solicitei dele os endereços que eles poderiam receber e quem fez essa operação foi Operações Estruturadas. A sistemática era: eu chegava expor até ele e ele me fornecia o endereço, eu transmitia ao sistema de Operações Estruturadas a sra. Maria Lúcia (ex-secretária da Odebrecht), que uns dias depois, me entregava uma senha. Eu pessoalmente entregava essa senha, entreguei essa senha ao Sr. Eliseu Padilha”, afirmou José de Carvalho Filho.

Foto (Danilo Verpa/Folhapress)
Link da nota: https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agencia-estado/2017/03/24/padilha-passou-endereco-para-entrega-de-dinheiro-diz-ex-executivo-da-odebrecht.htm
Área de anexos


Um comentário

  1. JÁ ERA...
    sábado, 25 de março de 2017 – 7:45 hs

    A contaminação nas maracutaias em que todos os políticos e especialmente ligados ao Temer estão envolvidos dá a dimensão
    do enraizamento das roubalheiras que viraram sistemáticas e na-
    turais dentro do país. Como diziam os nossos mais antigos e respeitados avós, “meteram a mão na cumbuca” e continuam com
    a maior cara de pau posando de inocentes !!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*