'Não deveria nem existir', diz Maia sobre Justiça do Trabalho | Fábio Campana

‘Não deveria nem existir’, diz Maia sobre Justiça do Trabalho

brasil-politica-presidente-camara-dos-deputados-rodrigo-maia-20161010-04
O presidente da Câmara Rodrigo Maia disparou que a Justiça do Trabalho “não deveria nem existir”. Ele garante que “o excesso de regras no mercado de trabalho gerou empregos de investidores brasileiros no exterior, não gerou nada no Brasil”. “Gerou 14 milhões de desempregados”.

Maia disse que não vai passar pano em Temer, “Infelizmente, o presidente Michel não vai gostar, mas acho que a Câmara precisa dar um passo além daquilo que está colocado no texto do governo”.

“Acho que há um consenso da sociedade que esse processo de proteção (do trabalhador) na verdade gerou desemprego, insegurança e dificuldades para os empregos brasileiros. Então nós precisamos ter a coragem de dizer isso”, disse Maia.


3 comentários

  1. EDGAR
    quinta-feira, 9 de março de 2017 – 10:28 hs

    Ele está totalmente certo. Só quem é empregador sabe o quanto
    custa gerar emprego no Brasil. Quanto a Justiça do trabalho,é tendenciosa e irresponsável, tratando empregador como bandido.

  2. Diego
    quinta-feira, 9 de março de 2017 – 17:08 hs

    Bom, de vez em quando ele diz algo de útil.

  3. FUI !!!
    sexta-feira, 10 de março de 2017 – 5:50 hs

    Talvez o que Maia disse foi infeliz, porem não é culpa da Justiça do
    Trabalho. A culpa é das leis que foram criadas para dar amparo aos
    trabalhadores e hoje o tiro saiu pela culatra. É só ver os países do
    primeiro mundo onde os empregadores contratam e demitem da mes-
    ma forma e aceleram na desburocratização. O que resulta é o fim da
    morosidade e dos processos de ações que os empregados imaginam que os protegem mas na verdade criam barreira para a geração de
    novos empregos.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*