Lula, o sobrenatural | Fábio Campana

Lula, o sobrenatural

Ademar Traiano

Um fenômeno sobrenatural ronda o ex-presidente Lula. Ele é cercado por benfeitores ocultos e desinteressados sempre dispostos a assumir por ele desagradáveis questões financeiras.
E esse tipo de prodígio continua a acontecer, mesmo depois de Lula ter se tornado réu cinco vezes, por corrupção: três na Lava Jato, uma na Zelotes e outra na Janus.

Dias atrás, para evitar constrangimentos e desconfortos, Lula e Dilma foram de São Paulo a Campina Grande, na Paraíba, para a “reinauguração popular” da transposição do São Francisco em um “popular” jato Legacy 600.
Empresa de fretamento de aeronaves, consultada pelo jornalista Cláudio Humberto garante: fretar o jato que levou Lula à Paraíba não custa menos de US$ 31 mil. Quem pagou essa conta? Nem o PT ou o Instituto Lula assumem a despesa que, em moeda nacional, equivale a R$ 100 mil.

O padrão é repetitivo. Lula nunca sabe porque pessoas insistem em beneficiá-lo. Ou fazendo reformas milionárias em apartamentos reservados para ele, ou equipando um sítio que não é de sua propriedade, mas que ele frequenta e usa como se fosse seu. Agora são os aviões.

A transposição do Velho Chico, que o lulismo tenta faturar é mais um escândalo do PT. A obra foi iniciada em 2007, deveria ter sido concluída em 2010. Além do atraso, teve os custos majorados em bilhões, com fortes indícios de superfaturamento. Só um trecho foi concluído, por Temer.

Esquecidos dos atrasos, polêmicas ambientais, indícios de irregularidades, os petistas querem capitalizar a obra que não conseguiram concluir para tentar manter o seu último reduto eleitoral. Sobre os fenômenos sobrenaturais que cercam Lula, nenhuma palavra.

Ademar Traiano é deputado estadual, presidente da Assembleia Legislativa do Paraná e presidente do PSDB do Paraná


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*