Frigorífico de Curitiba demite 300 funcionários | Fábio Campana

Frigorífico de Curitiba demite 300 funcionários

da Banda B

Os cerca de 300 funcionários do frigorífico Peccin Agro Industrial, localizado em Curitiba, serão demitidos até o fim de semana. A informação foi dada pela empresa aos trabalhadores na tarde desta terça-feira (28), de acordo com o sindicato que representa a categoria.

O frigorífico teve as unidades interditadas na operação ‘Carne Fraca’, da Polícia Federal Federal (PF). Uma delas está localizada no bairro Umbará, na capital, e a outra em Jaraguá do Sul, norte catarinense. Segundo a PF, a Peccin é investigada pelo armazenamento errado de alimentos, aproveitamento de partes não permitidas dos animais e presença produtos de substâncias cancerígenos nas carne.

A empresa não quis confirmar as demissões e nega as irregularidades. Na semana passada, os funcionários fizeram uma manifestação a favor do frigorifico, no qual a reportagem da Banda B esteve presente.


Um comentário

  1. JOHAN
    quarta-feira, 29 de março de 2017 – 12:18 hs

    Caro FÁBIO, após a deflagração da OPERAÇÃO CARNE MAGRA, o governo federal conseguiu incluir na operação os frigoríficos que não tinham nada a ver com o caso, pois a PF deseja acabar com a corrupção praticada pelos funcionários do MAPA que atuam como quadrilha dos partidos PT, PMDB e PP sobre os empresários proprietários dos frigoríficos. A prática irregular de ações sanitárias praticadas pelos frigoríficos deveriam ser motivo de fiscalização sanitária corriqueira. A OPERAÇÃO CARNE MAGRA deve continuar focando os funcionários e dirigentes desses partidos, infiltrados no MAPA, local onde ocorre, as falcatruas acobertadas pela corrupção.. Atenciosamente.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*