Escorregou, dançou | Fábio Campana

Escorregou, dançou

Heuler Martins já não é assessor do deputado João Arruda, do PMDB. Levado coercitivamente a prestar depoimento na Polícia Federal pela Operação Carne Fraca, perdeu as condições de trabalhar no gabinete do parlamentar. Heuler é suspeito de integrar um esquema de pagamento de propina a servidores do Ministério da Agricultura responsáveis por fiscalizar a produção dos frigoríficos.


4 comentários

  1. Bom De Capoeira
    quarta-feira, 22 de março de 2017 – 12:27 hs

    aH… O chefinho nada sabia, hahahah. Tem gente que precisa correr dessa corja para não receber ofertas!

  2. Miguelito de Rolândia
    quarta-feira, 22 de março de 2017 – 12:39 hs

    Ele é o segundo marido da ex-prefeita e atual vereador de Rolândia, Sabine Giensen. O primeiro marido dela é da ABIN.

  3. DO POVO
    quarta-feira, 22 de março de 2017 – 13:16 hs

    O ARRUDINHA , SOBRINHO PREFERIDO, ESCAPA DESTA OU VAI PRO CHURRASCO FEDERAL.,CARNE RUIM ELE TEM , E TODOS SABEM MUITO BEM,O SOGRO JOGOU UNS ADITIVOS E CONSERVANTES PARA CAMUFLAR

  4. Pirado
    quarta-feira, 22 de março de 2017 – 14:10 hs

    – E AÍ, SEU REQUIÃO FALASTRÃO!!! SEU SOBRINHO AMOITAVA O CORRUPTO!!! QUE TENS A DIZER, BILTRE? ACUSAR OS OUTROS É FÁCIL, NÃO É MESMO, SEU FANFARRÃO!!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*