Deputados petistas atacam Moro | Fábio Campana

Deputados petistas atacam Moro

Deputados do PT criticaram duramente o juiz Sérgio Moro por ter autorizado a condução coercitiva do blogueiro Eduardo Guimarães, do Blog da Cidadania. Guimarães foi acordado por volta das 6 horas da manhã, em sua casa, em São Paulo, por agentes da Polícia Federal. Em seguida, foi levado para depor na Superintendência da PF na capital paulista, onde foi questionado sobre a fonte que lhe repassou previamente a informação sobre a condução coercitiva do ex-presidente Lula na Operação Lava Jato, em março do ano passado. O blogueiro teve computador e celulares apreendidos e só foi liberado no final da manhã.

O deputado Paulo Teixeira (PT-SP) disse que expressou diretamente ao juiz Sérgio Moro sua indignação por meio de uma videoconferência na manhã desta terça-feira. Teixeira foi ouvido pelo magistrado como testemunha de defesa de Branislav Kontic, ex-assessor de Antonio Palocci investigado na Lava Jato. As informações são do Congresso em Foco no UOL.

“Não é jornalista”

Em vídeo divulgado nas redes sociais, o parlamentar petista contou que questionou Moro sobre sua decisão. “Aí o juiz Sérgio Moro me disse: ‘Mas ele não é jornalista’. Eu disse: ‘Dr. Sérgio, o fato de não ser jornalista não o impede de exercer jornalismo. O Brasil não exige formação específica para jornalista’. Acho grave que seja investigada a fonte do Eduardo Guimarães que teria divulgado a condução coercitiva do ex-presidente Lula. Assim, acho de extrema gravidade a condução coercitiva, porque é uma restrição à liberdade de imprensa e informação. É censura”, disse Paulo Teixeira.

Segundo o deputado, a condução coercitiva do blogueiro constrange aqueles que “questionam a postura do Judiciário e eventualmente a própria postura do juiz Moro”. “Acho gravíssimo precedente na história recente do Brasil a condução coercitiva de uma pessoa que exerce a função de informar. O que o juiz está querendo é saber da fonte dessa pessoa. Acho que ele age contra a Constituição, que garante o segredo da fonte”, declarou.

O Blog da Cidadania antecipou a condução coercitiva de Lula há um ano. Na época, o Ministério Público Federal anunciou que abriria processo para apurar o vazamento da informação para o blogueiro. O repasse de informações a jornalistas é uma constante na Lava Jato. Nenhum caso, porém, resultou em condução coercitiva ou apuração mais profunda até agora. O site se caracteriza por críticas à Lava Jato, à defesa dos ex-presidentes Lula e Dilma e de partidos de esquerda.

Sem equipamento

Em entrevista ao site Jornalistas Livres, o blogueiro afirmou que não entende a razão de sua condução coercitiva porque, em momento algum, recusou-se a depor. O depoimento, segundo ele, estava previsto para daqui a algumas semanas. “Eu sou agora um blogueiro sem equipamento nenhum. Eu acredito que a apreensão do meu equipamento de trabalho viola sim a atividade jornalística. Porque eles vão vasculhar”, declarou. Guimarães contestou ainda o argumento da Justiça de que ele não tem formação jornalística; “Isso é um equívoco, um desconhecimento da ordem legal do país”, disse o blogueiro. Ele lembrou que há 12 anos tem um site jornalístico.

O deputado Paulo Pimenta (PT-RS) chamou de “estupidez” a declaração de Moro de que o blogueiro não é jornalista e, por isso, deveria revelar sua fonte. “A alegação do Moro que ele não é jornalista é uma estupidez. A Constituição Federal diz respeito à atividade, não à pessoa. É uma afronta”, criticou.

O blogueiro é alvo de outra ação, movida pela Associação de Juízes do Paraná, em que é acusado de ameaçar Sérgio Moro pelas redes sociais. Eduardo Guimarães alega que as mensagens não eram dirigidas ao magistrado, mas a um seguidor. “Os delírios de um psicopata investida de um poder discricionário como Sergio Moro vão custar seu emprego, sua vida”, escreveu no Twitter em 21 de junho de 2015.

Pela decisão de Moro, os policiais terão acesso aos arquivos e mensagens eletrônicas “armazenadas em eventuais computadores ou em dispositivos eletrônicos de qualquer natureza, inclusive smartphones, que forem encontrados, com a impressão do que for encontrado e, se for necessário, a apreensão de dispositivos de bancos de dados, disquetes, CDs, DVDs ou discos rígidos”.

(Foto: Agência Câmara)


11 comentários

  1. Mario Neto
    terça-feira, 21 de março de 2017 – 15:39 hs

    Prezado Campana, em vez de tentar defender a decisão do Juiz Moro, você deveria analisá-la sob outro prisma, qual seja, a violação a liberdade de imprensa. Ora, o simples fato de o blogueiro não ser jornalista não o impede de ter o sigilo da fonte, como garantia ao seu trabalho. O Ministro Celso de Mello, quando do julgamento da ADPF 130, assentou que o sigilo da fonte é “prerrogativa constitucional qualificada como garantia institucional da própria liberdade de expressão”. Visa proteger a coletividade, a sociedade. Isso jamais pode ser quebrado, seja por decisão do Juiz Moro, seja até por decisão de qualquer Ministro do STF.

  2. Juca
    terça-feira, 21 de março de 2017 – 16:18 hs

    Esse deputado Paulo Peixeira é aquele que meteu-se a querer defender Lula quando conduzido coercitivamente e levou um chega pra lá do delegado que deu gosto de ver.

  3. TONHO
    terça-feira, 21 de março de 2017 – 16:37 hs

    O SIGILO DA FONTE, Mario Neto, não dá o direito ao jornalista de COMETER O CRIME DE OBSTRUÇÃO DA JUSTIÇA. Ele interferiu numa operação judicial em andamento, ao alertar o réu de que seria alvo de Busca e Apreensão e de Condução Coercitiva!!! Isso é crime, independente do fato de se tratar ou não de jornalista!! Além do mais, o blog do referido não é veículo de comunicação, mas tão somente uma trincheira de defesa do réu, Lula da Silva!!!

  4. Jorge Analista
    terça-feira, 21 de março de 2017 – 16:43 hs

    Jornalista é uma coisa…

    Blogueiro partidário é outra!!!

    Dá-lhe Sergio Moro

  5. Xurupita
    terça-feira, 21 de março de 2017 – 16:51 hs

    É Mario Neto, tentei analisar a questão por outro prisma mas é muito difícil. Tonho falou tudo! Parabéns pelo discernimento!

  6. QUESTIONADOR
    terça-feira, 21 de março de 2017 – 16:57 hs

    -Senhores deputados cuidados com seus ataques em discursos inflamados!!!
    -A lei é igual para todos, até para políticos surpreendidos em ilicitudes. A Justiça demora para ser aplicada à classe política devido ao foro privilegiado, mas isso não os protege da opinião pública e de ser alvo de seus próprio eleitorado!!

  7. Pirado
    terça-feira, 21 de março de 2017 – 19:26 hs

    Afinal, do que o tal Guimarães está sendo acusado, alguém sabe? Parece que a PF já sabe há muito tempo QUEM vazava as informações sigilosas de dentro da PF!!! Logo, não foi para revelar A FONTE que o Guimarães foi conduzido coercitivamente!! Pelo que entendi, ele é investigado num inquérito que apura uma QUADRILHA que usava de informações sigilosas, que vazavam de dentro da PF, para chantagear e cometer crime de extorsão contra investigados da Lava Jato!!! Se assim for, esse papo de jornalista e fonte é furadíssimo!!!

  8. Propheta
    terça-feira, 21 de março de 2017 – 20:17 hs

    – O PROBLEMA TODO É QUE O JUIZ MORO É UM INGÊNUO, NÃO SABE COMO SOLTAR UMA NOTA!!

    – NÃO TEM QUE DISCUTIR COM PETISTA SE O CABRA É OU NÃO É JORNALISTA, POIS ISSO É IRRELEVANTE!!

    – MORO DEVERIA DIZER SIMPLESMENTE: – GUIMARÃES É INVESTIGADO EM INQUÉRITO QUE APURA UMA QUADRILHA QUE USA DE INFORMAÇÕES SIGILOSAS VINDAS DE DENTRO DA PF PARA EXTORQUIR E CHANTAGEAR INVESTIGADOS DA LAVA JATO!!!

    – MAS, POR INGENUIDADE, TODA HORA ESSE JUIZ ENTRA EM ATRITO COM O PT, E UM DIA DESSES MORO AINDA SERÁ AFASTADO DA LAVA JATO POR CONTA DISSO, OU PIOR, A OPERAÇÃO INTEIRA PODERÁ SER ANULADA PELA FALTA DE MALANDRAGEM DESSE MAGISTRADO!!!

  9. terça-feira, 21 de março de 2017 – 21:49 hs

    Parece que os petistas conseguiram mais uma vez um motivo para ofender o juiz Moro!! Mas isso é culpa do próprio magistrado, que fica dando explicações à essa gente!!

  10. Paolo
    quarta-feira, 22 de março de 2017 – 8:34 hs

    Soube-se, hoje, que o tal blogueiro petista, metido a jornalista, repassou a investigados da Lava Jato, Lula inclusive, informações sigilosas de operações da PF, o que caracteriza CRIME DE OBSTRUÇÃO DA JUSTIÇA!!!
    Seus equipamentos foram levados pela PF, justamente para possibilitar a formação de PROVA deste crime, o que poderá levá-los todos à prisão, inclusive o próprio Lula da Silva!!
    Outra coisa: FICOU ESCLARECIDO QUE O BLOGUEIRO PETISTA, METIDO A JORNALISTA, NÃO FOI CONDUZIDO PARA QUE DISSESSE SUA FONTE DENTRO DA PF, POIS ESTA PESSOA JÁ ERA CONHECIDA> Portanto, mentem aqueles que afirmam isso!!!

  11. Recruta Zero
    quarta-feira, 22 de março de 2017 – 9:49 hs

    De qual partido é o deputado ? A resposta dispensa comentários.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*