A ilusão da greve geral | Fábio Campana

A ilusão da greve geral

Lauro Jardim chama atenção, em sua coluna, no O Globo, que desde o impeachment de Dilma, movimentos sociais ligados ao PT fazem apelos por uma “greve geral”. O último foi feito anteontem pelo MST e pela CUT.

Em nota, a central diz que os trabalhadores vão parar no dia 31 de março, em protesto contra a terceirização. Tamanho alarido, no entanto, não corresponde à realidade.

No site da CUT, por exemplo, desde agosto do ano passado, foram publicados 33 artigos ou matérias para convocar militantes a fazer uma greve geral.
Ignorando a causa, os trabalhadores continuaram a… trabalhar.


Um comentário

  1. Palpiteiro
    domingo, 26 de março de 2017 – 12:08 hs

    O país já está em greve há tempos. Todos esperam ou novas delações, ou novas prisões, ou novas operações tipo carne fraca, linguiça mole e picanha dura; a lista de Janota; ou a reforma da previdência, a reforma trabalhista, a reforma tributária… e por aí vai… o país espera, espera, espera… e o barco afunda…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*