Bomba-relógio | Fábio Campana

Bomba-relógio

Painel, Folha de S. Paulo

Paulo Vieira de Souza, conhecido como Paulo Preto, passou mais de duas horas com um grupo de criminalistas nesta quarta (8). Ex-diretor da Dersa, estatal responsável por investimentos rodoviários de São Paulo, foi aconselhado a finalmente propor um acordo de colaboração ao Ministério Público Federal. Ele é citado por delatores da Odebrecht na Lava Jato. Teria revelações a fazer sobre o período de 2005 a 2010, que abarca governos de Geraldo Alckmin e José Serra, ambos do PSDB.


Um comentário

  1. DO POVO
    quinta-feira, 9 de março de 2017 – 9:02 hs

    LIGUEM O VENTILADOR QUE AÍ VEM MER……………..

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*