OAB vai retomar mobilização por TRF no Paraná | Fábio Campana

OAB vai retomar mobilização por TRF
no Paraná

Aprovada em 2013, a criação do Tribunal Regional Federal da 6ª Região (TRF6) no Paraná, segue parada por decisão de uma liminar no Supremo Tribunal Federal. Para destravar a criação da unidade, a Ordem dos Advogados do Brasil seção Paraná deve retomar a mobilização, conforme informou o presidente OAB/PR, José Augusto Araújo de Noronha, em entrevista ao jornal Folha de Londrina.

Em quase quatro anos em que o processo segue parado no Supremo, a Justiça Federal do Paraná ultrapassou em número de processos a do Rio Grande do Sul, sede do TRF da 4ª Região, que abrange os três estados do Sul. Neste período, o Paraná também ganhou um representante no STF, o ministro Luiz Edson Fachin, e se tornou centro de julgamento da maior ação criminal do País: a Operação Lava Jato.

Noronha destaca a relevância obtida pelo Paraná no cenário jurídico nacional e defende a necessidade de um TRF para atender à grande demanda estadual. Segundo o jurista, os grandes deslocamentos aos quais os advogados têm que se submeter implicam no distanciamento da Justiça e em maiores custos aos clientes que nem sempre têm recursos suficientes para dar continuidade ao processo.

Noronha adianta que a entidade de classe, que tem apoio de vários outros representantes da sociedade civil, vai ingressar com novo pedido de inclusão em pauta do tema no Supremo. Ele critica a grande quantidade de ações irrelevantes que chegam ao STF e defende que a função da Suprema Corte deve ser repensada. Para os próximos meses, a OAB pretende promover ações para mobilizar a sociedade para a importância da instalação do TRF6 em Curitiba.


5 comentários

  1. Lara Campos
    sábado, 4 de fevereiro de 2017 – 14:24 hs

    Chega de criar cabide para auxilio moradia….. tem que acabar com as férias de sessenta dias, aí podem trabalhar mais….

  2. Juca
    sábado, 4 de fevereiro de 2017 – 14:52 hs

    Sr. Presidente OAB/PR, faça um abaixo assinado que serei um dos primeiros a assina-lo

  3. Sergio Silvestre
    sábado, 4 de fevereiro de 2017 – 16:52 hs

    Teria que fechar todas essas porcaria não a nãoa dianta gastar bilhões com mais cabides de emprego.Terceriza para os Suecos,sai metade do preço e vamos ter juiz trabalhando.

  4. Zabra Q Tize
    sábado, 4 de fevereiro de 2017 – 19:10 hs

    Nao tem dinheiro. Simples assim. reduzam pela metade os salários de juízes e procuradores, diretores de secretaria e outros amanuenses de alto luxo e quem sabe instalem o tribunal.

  5. Lara Campos
    domingo, 5 de fevereiro de 2017 – 11:37 hs

    Oab já foi…. ou será que algum dia foi… instituição conectado com a realidade… pra que criar mais esse cabide de auxílio moradia….. isso é só despesa… com sessenta dias de férias esse povo não trabalha, só custa….

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*