Homem troca tiros e faz mulher refém em tentativa de assalto no Centro de Curitiba | Fábio Campana

Homem troca tiros e faz mulher refém em tentativa de assalto no Centro de Curitiba

noticia_723189_img1_voluntarios

O cruzamento das ruas Voluntários da Pátria com a Emiliano Perneta foi cenário de uma ação policial na tarde desta quinta-feira (23) que deixou muita gente assustada. A polícia foi chamada para tentar conter um homem que, durante uma tentativa de assalto à loja, fez uma mulher de refém. Houve até troca de tiros com a polícia no meio da rua no meio da tarde. O local fica bem no centro comercial de Curitiba, entre as Praças Osório e a Rui Barbosa, e por onde passam milhares de pessoas todos os dias. As informações são do Bem Paraná.

Testemunhas relataram que um policial impediu a ação do suspeito que tentou assaltar uma loja de tecidos na rua Voluntários da Pátria, próximo a Praça Rui Barbosa. O homem trocou tiros com o policial e saiu do estabelecimento fazendo uma mulher de refém.

A ação assustou comerciantes e pedestres, que tentaram se esconder dos tiros. A refém andou por aproximadamente 50 metros com a arma apontada para sua cabeça. No cruzamento com da rua Voluntários da Pátria com a Emiliano Perneta, o suspeito tentou roubar um carro que estava parado no sinaleiro. Neste momento, a mulher conseguiu correr em direção à Praça Zacarias e o motorista do veículo arrancou, evitando o roubo.

O suspeito, então, fugiu e se escondeu em uma loja da rua Voluntários da Pátria. Em seguida várias viaturas policiais chegaram ao local e prenderam o homem, que se rendeu.


Um comentário

  1. Andressa
    quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017 – 16:15 hs

    Oba! Notícias sobre a cidade :D , tá faltando isso aqui em Curitiba, gente que dê as notícias sobre as coisas que a gente vê…Um carro pegando fogo, aquele atropelamento que foi uma fuga de assaltante, umas pessoas gritando “abaixo o abuso de poder!”..

    Ficamos, o que? onde? por que? Teve sobreviventes? Como começou?

    Ver notícias sobre política é bom, mas quando é sobre denúncias, e em favor de toda população aí é melhor ainda.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*