FTN pede urgência na audiência pública sobre pedágio no PR | Fábio Campana

FTN pede urgência na audiência pública sobre pedágio no PR

O coordenador do Fórum Nacional do Transporte, Acir Mezzadri, pediu nesta segunda-feira (13), através de ofício, urgência ao deputado Sergio Souza (PMDB-PR), relator da MP das concessões no País, na realização de audiência pública na Assembleia Legislativa sobre os esclarecimentos sobre a situação dos contratos do pedágio no Paraná. “O deputado já aventou através da imprensa sobre a renovação das rodovias pedagiadas no Paraná. Nós somos contra porque os preços das tarifas são escorchantes, penalizando o paranaense e o setor produtivo, e os contratos acabam já em 2022”, disse Mezzadri.

“Só uma audiência pública com a participação da comunidade, dos usuários das rodovias, deputados, vereadores e lideranças pode esclarecer de vez esta questão e nortear o trabalho do deputado-relator”, completa Mezzadri

O FNT também reforçou à avaliação do subprocurador-geral da República, Aurélio Veiga Rios, representante do Ministério Público Federal, de que o modelo e os lucros do pedágio só se comparam ao tráfico internacional. “Apenas ele (tráfico de drogas) dá lucro maior do que hoje concessionário de um trecho de rodovia por 20 ou 30 anos no País”, disse ele.

(foto: Roni Nelson)


4 comentários

  1. Jair Pedro
    quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017 – 18:42 hs

    Como caminhoneiro que sou, rodei agora no mês de janeiro/2017, 4.270 km em rodovias na Argentina. Pavimento muitíssimo melhor que os oferecidos pelas concessionárias do Paraná.
    DETALHE: paguei menos do que rodar apenas de Ponta Grossa a Paranaguá, isto é, 4.270 km na Argentina contra 200 km aqui.
    É ou não é um assalto nossos pedágios?

  2. PitBull
    quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017 – 19:28 hs

    A quem interessa a renovação do pedágio sem leilão, hein deputado?
    Ao povo atolado até o pescoço pelo preço cobrado é que não.
    Cria vergonha e deixa vencer essa droga, falta pouco.
    E vamos fazer leilão, única maneira dessa M baixar

  3. Anderson
    quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017 – 9:53 hs

    Acho mais do que necessária a audiência na Assembléia. É importante destacar as novas concessões que o governador Carlos Alberto quer fazer das estradas no Paraná e que pouco se fala. Aliás, falarão muito quando já entregarem as estradas e quando a dor chegará no bolso.

  4. Sergio Silvestre
    quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017 – 14:50 hs

    Dizem que os pedagios do Paraná fazem “aleluia’ para políticos e magistrados uma quantia assustadora de 700 milhões anuais,essa é a sangria que os Paranaenses pagam por uma safadeza governamental;

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*