Advogados de Okamotto irritam Sergio Moro | Fábio Campana

Advogados de Okamotto irritam Sergio Moro

Radar On-Line, VEJA

O juiz Sergio Moro irritou-se com a defesa de Paulo Okamotto, presidente do Instituto Lula, durante audiência na última quinta (9). O entrevero aconteceu ao final do depoimento do ex-presidente Fernando Henrique, testemunha de Okamotto.

Isso porque a defesa decidiu gravar o depoimento. “Houve uma grave irregularidade consistente na gravação de vídeo da audiência por um dos presentes sem que tivesse havido autorização do Juízo. conteúdo da gravação irrelevante, mas ainda assim trata-se de irregularidade que não deve se repetir”, disse o juiz na ata da audiência.

Segundo o advogado de Okamotto, Fernando Fernandes, a postura de Moro foi ilegal. “A lei estabelece, que a gravação pode ser realizada diretamente por qualquer das partes, independentemente de autorização judicial e os advogados não podem se submeter a ordens ilegais que afronte as nossas prerrogativas”, disse.


2 comentários

  1. LENZA TOLEDO
    sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017 – 10:24 hs

    Não gosto de fazer comentários, mas sou de opinião de que está na hora de esquecer esse FHC. Acha-se importante e sábio, mas a impressão que ele passa ao Brasil de hoje é algo bem estranho. Está com o prazo de validade já vencida. Opinião minha! Ou de mais alguém?… Ele que aprenda a contar os seus dias, seus últimos dias, e ficaremos felizes. Afinal, no seu segundo mandato, preocupou-se apenas em fabricar o Lula. Em função disso, não é confiável e muito menos útil ao Brasil.

  2. Doutor Prolegômeno
    sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017 – 12:18 hs

    Aquele que grava ilegalmente será gravado ilegalmente. Assim falou Zaratustra…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*