Temer é contra ideia de Cármen Lúcia homologar delação da Odebrecht | Fábio Campana

Temer é contra ideia de Cármen Lúcia homologar delação da Odebrecht

Carmen-Lúcia-e-Michel-Temer-748x410-720x320
O governo federal defende que a presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Carmen Lúcia, escolha o nome de um relator para os processos da Operação Lava Jato antes de definir a homologação das delações premiadas de executivos de empreiteiras. As informações são da Folha de S. Paulo.

Ou seja, na avaliação da equipe presidencial, a ministra não deveria homologar a delação da Odebrecht durante o período do recesso do Judiciário, como é defendido por procuradores para evitar maiores atrasos no processo do acordo da empreiteira.

Assessores presidenciais destacam que, assim que a homologação for feita, o conteúdo dos depoimentos dos executivos da Odebrecht deve ser divulgado, o que tende a gerar turbulências para o Palácio do Planalto e seus aliados. Daí que o governo prefere que a homologação não aconteça agora.

Em conversas reservadas, assessores e auxiliares presidenciais acham que a ministra deveria primeiro redistribuir os processos entre os ministros da 2ª Turma da Suprema Corte, composta por Gilmar Mendes, Celso de Mello, Ricardo Lewandowski e Dias Toffoli. Isto deve ocorrer apenas na volta dos trabalhos do Judiciário, em fevereiro.

Para evitar a acusação de que o presidente Michel Temer quer interferir nas investigações, o Palácio do Planalto prega que o novo ministro que será indicado pelo peemedebista não integre a 2ª Turma e que o lugar de Teori Zavascki seja preenchido pelo ministro Edson Fachin.

O tema tem sido tratado pelo presidente com auxiliares e assessores e foi discutido em jantar, na noite de terça-feira (24), entre o peemedebista e o presidente do Senado Federal, Renan Calheiros (PMDB-AL).


6 comentários

  1. Doutor Prolegômeno
    quarta-feira, 25 de janeiro de 2017 – 16:32 hs

    Qual o nome do filme? A Volta dos Mortos Vivos: estrelando Bento Carneiro e o premiado Mordomo de filme de terror. Direção: Zé do Caixão. Coming soon…

  2. Juca
    quarta-feira, 25 de janeiro de 2017 – 17:30 hs

    O que o governo quer ou não quer não interessa. Cármen Lúcia deve agir por conta da autoridade máxima do poder judiciário sem preocupação de agradar ou não os “interessados”.

  3. LUIZ EDUARDO HUNZICKER
    quarta-feira, 25 de janeiro de 2017 – 22:38 hs

    A conhecida quadrilha sempre querendo decidir os rumos de fatos cuja decisão deve ser tomada com base na Constituição e pelo Chefe do poder competente.

  4. Sergio Silvestre
    quarta-feira, 25 de janeiro de 2017 – 23:30 hs

    Esse presidente é uma ratazana mesmo.

  5. FUI !!!
    quinta-feira, 26 de janeiro de 2017 – 7:18 hs

    Claro, quanto mais demorar melhor. O nome dele é presença certa
    em todas as delações.

  6. Parreiras Rodrigues
    quinta-feira, 26 de janeiro de 2017 – 8:40 hs

    Se aquiete, Temer.
    O povo não está mais para esperar que a cabrita crie.
    O tempo deixa de ser senhor da razão. Passa a ser o dono da ação.
    Muque, d.ra Carmem!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*