Saúde libera R$ 2,2 bilhões em emendas | Fábio Campana

Saúde libera R$ 2,2 bilhões em emendas

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, afirmou, nesta terça-feira (3), que o governo federal pagou R$ 2,2 bilhões em emendas parlamentares para a saúde no ano passado. Segundo ele, o número é um “recorde absoluto” em comparação com anos anteriores. “É um recorde absoluto em percentual de execução de emendas nos últimos anos na saúde”, disse o ministro, em entrevista coletiva no Palácio do Planalto.

Barros afirma que projeta concluir uma economia de R$ 3 bilhões com melhoria na eficiência administrativa da pasta até maio deste ano, quando completará um ano de gestão. O objetivo é reaplicar os recursos em serviços hospitalares, ambulatoriais e de atenção básica. “Estamos reaplicando em mais serviços de saúde. Esses serviços são credenciamentos de serviços hospitalares, ambulatoriais, atenção básica”, disse o ministro.

Segundo Barros, o Ministério da Saúde conseguiu, em cerca de 200 dias de gestão, economizar R$ 1,9 bilhão com eficiência de gestão. Na última semana de 2016, foram liberados R$ 960 milhões para serviços de saúde como resultado dessa economia.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*