Richa reúne prefeitos no dia 16 para repassar R$ 400 mi extra do ICMS | Fábio Campana

Richa reúne prefeitos no dia 16 para repassar R$ 400 mi extra do ICMS

unnamed

O governador Beto Richa vai reunir no próximo dia 16, em Curitiba, os prefeitos paranaenses para oficializar o repasse de R$ 400 milhões referentes a cota extra de ICMS aos municípios. O chefe da Casa Civil, Valdir Rossoni, adiantou nesta terça-feira, 3, o convite de Richa aos prefeitos. O encontro será às 15h no Palácio Iguaçu.

“Isto é fundamental para recuperar capacidade de pagamento das prefeituras”, disse Richa em 1º de janeiro quando anunciou o repasse. Curitiba deve ficar com R$ 60 milhões. Os valores de cada uma das 399 cidades do Paraná estão sendo fechados pela Secretaria da Fazenda. “Os prefeitos estão assumindo os municípios em situação econômica adversa. O Estado vai apoiar a todos com recursos, obras e projetos”, disse.

Richa reforçou o compromisso de trabalhar em parceria com os prefeitos. “Essa união de esforços ajuda em um momento de crise financeira para enfrentarmos e vencermos os desafios”, completou.

O governador destacou que os novos prefeitos vão ter muitos desafios em meio a uma recessão sem precedentes. “Muitos Estados não conseguem pagar salários. O Paraná, porém, navega em direção a um porto seguro. Fizemos a lição de casa, com o ajuste e hoje temos a melhor situação fiscal do País”, destacou.


4 comentários

  1. claudia
    terça-feira, 3 de janeiro de 2017 – 19:07 hs

    Engraçado, para a data base não tinha donde tirar dinheiro, e as promoções e progressões… Ninguém nem comenta, aposto que logo virá o Dono do estado ( Sec da Fazenda) dizer que infelizmente….

  2. claudia
    terça-feira, 3 de janeiro de 2017 – 19:10 hs

    Ah, e quanto aos investimentos… Em 2016 reservaram três bilhões, investiram 700 milhões e dizem que investiram seis bilhões, e tem trouxa que acredita.

  3. Parreiras Rodrigues
    quarta-feira, 4 de janeiro de 2017 – 6:45 hs

    Enquanto isso, a APP – Sindicato de Cascavel anuncia greve dos professores estaduais, logo no início do ano letivo. Nas escolas que os professores apoiadores do movimento postaram comentários, recomendo não matricularem os seus filhos. Textos dilmescos.

  4. marcos mainginski
    quinta-feira, 5 de janeiro de 2017 – 9:23 hs

    para reajustar os funcionarios publicos nao tem dinheiro mas para fazer media com os prefeitos para apoiarem na proxima eleiçao tem ,

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*