Richa investe R$ 15 bilhões na Saúde | Fábio Campana

Richa investe R$ 15 bilhões na Saúde

Fernanda Richa Mãe Paranaense

O Paraná fechou o ano de 2016 com um novo recorde de recursos destinados à saúde. Ao todo, foram R$ 4,6 bilhões investimentos no setor – deste montante, R$ 3,3 bilhões do tesouro estadual, o que significa 12,02% do orçamento do Estado. Em seis anos do governo Beto Richa (2011 a 2016), o Estado já aplicou R$ 15 bilhões em ações e serviços de saúde.

Os valores são mais que o dobro do investido nos oito anos do governo anterior – R$ 6,7 bilhões. “Temos dado atenção especial à saúde e isso pode ser visto no orçamento. Os investimentos crescem ano a ano e refletem diretamente na qualidade de vida dos paranaenses. Nossa missão é oferecer atendimento digno o mais próximo das pessoas”, disse o governador.

Richa lembra ainda que medidas inovadoras, como a criação do serviço de transporte aeromédico são possíveis graças a este aporte extra na Saúde. “Hoje, todo o Estado é coberto por aviões e helicópteros para atendimento de urgências. Serviços que não existiam antes e agora são essenciais para o resgate e transporte de pacientes em situação grave”, afirmou.

Para se ter ideia, no último ano do governo anterior (2010), foi aplicado R$ 1,53 bilhão em ações e serviços de saúde. Seis anos depois, em 2016, este valor é duas vezes maior.

Somente na Rede Mãe Paranaense, o Estado investiu mais de R$ 630 milhões. Segundo o secretário Michele Caputo Neto estima-se que 507 vidas foram salvas graças às ações da rede. “A projeção era de que 146 gestantes e 361 bebês poderiam ter morrido, caso o Estado mantivesse os índices de 2010”, detalhou.

“Esses incentivos têm mudado a realidade de prefeituras que podem contar com recursos extras para custeio, investimento e capacitação profissional” diz Caputo Neto. Como exemplo, o secretário citou as áreas de vigilância em saúde, assistência farmacêutica e atenção primária.

(fotos: Rogério Machado/ANPr)


3 comentários

  1. SOMBRA
    quinta-feira, 12 de janeiro de 2017 – 11:22 hs

    E o reajuste dos servidores públicos?????

  2. Ketlin Pamella
    quinta-feira, 12 de janeiro de 2017 – 11:52 hs

    Oba resolvido!! só procurar atendimentos e remédios, pois não teremos mais problemas na saúde no Paraná!

  3. Paulo
    quinta-feira, 12 de janeiro de 2017 – 15:29 hs

    E aumentou O ICMS dos medicamentos pra 18%…é o fim da picada

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*