Greca garante internação de idosa em UTI | Fábio Campana

Greca garante internação de idosa em UTI

greca_foto pmc

Mesmo passando os dias em casa para se recuperar completamente da saúde, o prefeito Rafael Greca garantiu o internamento de uma idosa em hospital em Curitiba e condenou a exploração política do caso. “A propósito de notícia veiculada da falta de vaga em UTI para paciente idosa de UPA – informo que a senhora Nadolny já está internada na UTI do Hospital do Idoso Dra. Zilda Arns”, disse Greca nesta quinta-feira, 12, no facebook.

Greca apontou a internacão como um procedimento correto de atendimento, um direito da senhora e dever da prefeitura. “Houve exploração de má fé por adversários políticos, a quem agradecemos a crítica recebida que contribuirá para aprimorar o acolhimento de nossos serviços públicos”, disse Greca.

“Estamos construindo um novo modelo para o SUS que compreende mais 50 leitos de UTI no sistema que hoje compreende 316 leitos e mais 200 leitos de retaguarda que hoje compreende apenas 122 leitos. Isto passa por recursos da ordem de R$ 32 milhões/ano, que pretendemos realizar com recursos próprios e dos parceiros governos estadual e federal”, completou.

O perefito disse que Curitiba busca suficiência na atenção à saúde e evitando a permanência dos pacientes nas Upas “que não são pronto socorros nem mini hospitais, mas apenas unidades de estabilização de quadros agudos”. “Vai levar uns 180 dias para calibrarmos tudo como deve ser”, completou.


4 comentários

  1. juca
    sexta-feira, 13 de janeiro de 2017 – 9:57 hs

    Na campanha Greca já falava em 180 dias para colocar várias coisas “em ordem”.
    Bem vamos considerar que este prazo começa a ser contado desde sua posse.
    180 dias , como sempre e para todos deve ser um número cabalístico, pois todos , candidato e ou já mandatários fazem essa promessa com essa prazo.
    Então hoje dia 13, sexta feita, também cabalística data, não poderia a matéria daqui falar em 180 dias, como disse o prefeito, pois deveria ter a contagem regressiva e resultam 167 dias para cumprir várias promessas.

  2. medonho
    sexta-feira, 13 de janeiro de 2017 – 10:54 hs

    Greca, se pretende melhorar a saúde pública, vamos começar pela vigilância sanitária e fazer FISCALIZAÇÃO em todos os mercados que atuam com alimentos.
    Imaginem ouvir que encontraram pelo de rato acima do aceitável em produtos vendidos nas prateleiras. Os excessos de conservantes nos alimentos, altamente cancerígenos. Manuseio de carnes, congeladores desligados para economizar energia, pessoas que vão ao banheiro, ou vão fumar e retornam para manipular alimentos.
    O grau de contaminação do que comemos…. SOMOS O QUE COMEMOS…

    O erro é atuarmos sobre os efeitos e nunca sobre as CAUSAS.

  3. medonho
    sexta-feira, 13 de janeiro de 2017 – 10:59 hs

    Ou curitiba terá de viver os mesmos sintomas da capital bainhana, com 52 pessoas internadas sem saberem os motivos da urina COCA COLA, e outros vários sintomas.
    Mais uma virose por falta de controle e até mesmo descartes de lixo e higiene. Mais este mistério para ser desvendado….

  4. eleitor desmemoriado.
    sábado, 14 de janeiro de 2017 – 21:36 hs

    Ridículo, o Greca prova que ainda há muita coisa para fazer, começando por isto, o prefeito precisa se meter em internação de usuários do SUS? Para quê então serve a Secretaria de Saúde do município? Enquanto continuarem situações como esta, onde o prefeito precisa decidir pelos seus subordinados a realidade não vai mudar para melhor. Não foi para isto que elegemos o cara.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*