Fim da linha | Fábio Campana

Fim da linha

unnamed

Do Painel, Folha de S. Paulo

Fim da linha – Com a iminência da revelação das delações da Odebrecht, um ponto extra cria tensão nos gabinetes da Câmara: a pequena possibilidade de que os congressistas se livrem das acusações fazendo novas delações.

Adeus – “Nós somos o último elo da cadeia alimentar. Quem é que eu entrego para me livrar? Um prefeitinho?”, questiona um deputado aflito.

Ascensão, apogeu… – O Planalto sabe que vai enfrentar chumbo grosso com a divulgação das delações, mas, sobrevivendo ao baque, espera tempos melhores. “O terremoto vai ser tão grande que, depois dele, tudo vai parecer pequeno”, diz um palaciano.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*