Com camisa da Chapecoense, Rosso se lança candidato à presidência da Câmara | Fábio Campana

Com camisa da Chapecoense, Rosso se lança candidato à presidência da Câmara

rogerio_rosso

do G1 Brasília

O deputado federal Rogério Rosso (PSD-DF) lançou nesta segunda-feira (9) candidatura à presidência da Câmara. O parlamentar, que é líder do PSD na Casa, anunciou oficialmente que concorrerá ao cargo em sua página no Facebook. No momento do anúncio, ele vestia uma camisa da Chapecoense.

O agora candidato à presidência da Câmara terá que lidar com a falta de coesão dentro do próprio partido. O G1 consultou membros da bancada do PSD na Câmara e constatou que há divergências sobre a candidatura de Rosso entre os colegas de partido.

Ele contou que ganhou a camisa de presente de um deputado e que decidiu usá-la para demonstrar que o país precisa de “união de verdade” em todas as áreas, inclusive para “superar a grave crise econômica”.

Com o slogan de campanha “Câmara forte, unida e respeitada”, Rosso defendeu maior protagonismo da Casa em relação a outros poderes.

“Eu pedi para fazer pesquisa na Câmara e, das quase mil leis publicadas no ‘Diário Oficial da União’, nem 3% vieram de proposições de deputados. A grande maioria é oriunda do Poder Executivo”, disse o líder do PSD.

Sobre a reforma da Previdência, enviada pelo governo ao Congresso, Rosso disse que é preciso ter cautela e que o texto será alterado pela Câmara.

“Eu tenho uma opinião, do jeito que ela chegou à Câmara, ela não será aprovada”, disse. Para ele, pontos como a regra de transição do modelo atual para o novo serão alterados pelos deputados.

Rosso ainda defendeu a implementação da reforma trabalhista, a qual classificou como “agenda prioritária”, e também da reforma tributária. “A gente precisa enfrentar isso com rapidez”, disse.

A eleição para a escolha do presidente da Câmara e dos membros da Mesa Diretora está marcada para o dia 2 de fevereiro. A votação será secreta.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*