Foto de Moro e Aécio. Os petistas recortam e tentam armar escândalo | Fábio Campana

Foto de Moro e Aécio.
Os petistas recortam e tentam armar escândalo

images_cms-image-000526392
unnamed2

Pois, pois, nesta época em que fotografar é fácil e todo mundo fotografa todo mundo, é necessário aumentar as cautelas para não ser flagrado em situações adversas. Na noite de ontem deu-se a oportunidade que a esquerda queria. Sentados lado a lado na solenidade, o juiz Sérgio Moro em alegre confraternização com o tucano Aécio Neves foi fotografado por um lulista de carteirinha. A foto sofreu um corte para realçar o tete a tete dos dois. Pronto. O suficiente para que senadores como Lindenberg Faria, Gleisi Hioffmann e toda a tropilha de choque de Lula apresentassem a foto como prova do vínculo de Moro com o tucanato.

Bobagem. Pura bobagem. Moro foi o superstar da noite da premiação “Brasileiros do Ano”, da revista IstoÉ. Fez selfies com a maioria dos presentes. Inclusive com Aécio, que embora denunciado, não se sentiu incomodado em conversar com o juiz. Moro ofuscou o resto dos premiados e convidados, dos artistas globais ao presidente Michel Temer. Responsável pelas decisões da Operação Lava Jato em primeira instância, Moro é visto, com toda a razão, como responsável por mudanças radicais na vida política brasileira a partir de suas iniciativas de combate à corrupção. As duas fotos, a da cena geral e a do corte feito para dar a impressão de que só Moro e Aécio apareciam, mostram a intenção da tigrada.

Premiado como o “Brasileiro do Ano na Justiça”, Moro ofuscou não só Grazi e Ludmilla, mas o presidente Michel Temer (PMDB) e ministros como Henrique Meirelles (Fazenda), José Serra (Relações Exteriores, PSDB), Alexandre de Moraes (Justiça) e Gilberto Kassab (Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicação, PSD), entre outros. Também não foram páreo para o juiz nomes como o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin; o prefeito eleito de São Paulo, João Doria; e o senador mineiro Aécio Neves, todos do PSDB.

Antes do começo da cerimônia, posou para selfies com convidados. Na abertura, quando todos os premiados foram chamados ao palco, um a um, foi ovacionado pelos convidados quando anunciado. Antes de chegar à sua cadeira, foi aplaudido de novo. Citado no discurso do jornalista Ricardo Boechat, ganhou mais palmas. As mãos de Serra e Kassab não se moveram. As informações são do UOL.

Descontração com Aécio
Já Aécio, citado em delações da Odebrecht e da OAS, não pareceu incomodado ao sentar-se ao lado de um dos símbolos da Lava Jato. Aliás, nem Moro. Sorridentes, ambos pareceram conversar de forma descontraída ao longo da cerimônia. Aécio é investigado por sua atuação na CPI dos Correios e por supostamente ter recebido propina da estatal Furnas, mas não na Lava Jato. O senador nega ter cometido irregularidades.

Diante do presidente da República, de um senador e de vários ministros –todos com direito a foro privilegiado no STF (Supremo Tribunal Federal)– Moro elogiou em seu discurso a atuação da mais alta Corte do país. A mesma de onde vieram decisões como a prisão do então senador Delcídio do Amaral e os afastamentos de Eduardo Cunha (cassado pela Câmara e depois preso por decisão de Moro) e Renan Calheiros do comando da Câmara e do Senado, respectivamente.

Segundo Moro, o STF “tem feito um trabalho muito significativo, digno de elogios, que demonstra que o cidadão pode confiar na justiça brasileira.” O magistrado também disse que a Justiça “é essencial para a confiança do cidadão nos contratos, nas leis” e “tem assumido um papel cada vez mais importante na vida brasileira, sem demérito das outras, evidentemente”.

Mais aplausos
Para a personalidade mais poderosa no palco, o presidente Michel Temer, o momento mais caloroso foi um breve aceno amistoso de Alckmin no discurso de abertura da premiação.

“Permitam-me dizer que o presidente Michel Temer não está sozinho”, disse, citando em seguida o lema do Estado de São Paulo. “Pelo Brasil, faça-se o máximo. Conte com São Paulo.”


14 comentários

  1. TADEU ROCHA
    quarta-feira, 7 de dezembro de 2016 – 10:44 hs

    EU ACHO QUE ISTO É MENTIRAS, QUEREM DETONAR O MORO, ELES NÃO QUEREM PASSAR LIMPO O BRASIL DAI SAI ISSO AI.

  2. Doutor Prolegômeno
    quarta-feira, 7 de dezembro de 2016 – 11:28 hs

    Se magistrados não gostassem do papel de balas Zequinha, isso não aconteceria. “Isso é que dá, ‘cê querê frequentá” diz a música do Dusek.

  3. Mario Neto
    quarta-feira, 7 de dezembro de 2016 – 12:01 hs

    A foto tirada do Sérgio Fernando e do Aécio Neves não revela nada demais, somente um convescote entre amigos, nada além disso. O resto é choro.

  4. Sergio Silvestre
    quarta-feira, 7 de dezembro de 2016 – 12:54 hs

    Pois é né,o Temer sendo o brasileiro do ano,adoramos golpistas e se juntamos com bandidos até por que a Patria é bandida e sofre com isso por ter tantos em seu seio.
    Mas claro que o Aécio está feliz,com um anjo da guarda de nome Gilmar Mendes e do outro lado um juiz que só gosta mesmo de indiciar petistas,alem de ser fora-da lei tem um carimbo tucano na testa,ou alguem acha todos nós idiotas em pensar que não vem ao caso.

  5. Pirado
    quarta-feira, 7 de dezembro de 2016 – 13:36 hs

    Moro deu mole!! Depois que levar um “chega pra lá” do STF do Lula, não adianta reclamar!!

  6. Rock
    quarta-feira, 7 de dezembro de 2016 – 14:00 hs

    A pergunta que não quer calar e o Banestado Moro?

  7. Amo
    quarta-feira, 7 de dezembro de 2016 – 14:55 hs

    Pra acreditar nessa foto, tem que ser cheirado de pó igual ao senador da cobertura.

  8. Carlos Alberto Couto da Cunha
    quarta-feira, 7 de dezembro de 2016 – 15:10 hs

    Esse filme já vi. Quem se lembra do JB. Ontem fez o jogo sujo.Hoje, entregue a sua própria solidão. Amanhã, quem será? Hoje diria RC: é uma brasa, Moro. Não sei até quando esse calor será mantido com o combustível dos golpistas.

  9. quarta-feira, 7 de dezembro de 2016 – 16:31 hs

    Os PeTralhas PIRAM …..

  10. Jorge Almeida
    quinta-feira, 8 de dezembro de 2016 – 3:16 hs

    Montagem mal feita!

  11. Helena
    quinta-feira, 8 de dezembro de 2016 – 21:55 hs

    A pior foto que vi nesses últimos dias, foi os ladrões que roubaram o Brasil para doar nosso suado dinheiro,para o maior ditador de esquerda do planeta. Lula e Dilma chorando em cima do caixão de Fidel Castro, enquanto que, o mundo inteiro chorava à morte dos time da Chapecó.

  12. ferreira
    sexta-feira, 9 de dezembro de 2016 – 16:14 hs

    Os petralhas estão com orgasmos na cauda……………

  13. Cícero Almeida
    segunda-feira, 28 de agosto de 2017 – 13:13 hs

    Nasci ontem! Não houve montagen alguma, meu imparcial jornalista: Moro é tucano!

  14. quarta-feira, 16 de maio de 2018 – 0:46 hs

    moro e tucana lha assumido quem nao ve so pode ser cego não so ele mais todo o pacto nacional com supremo com tudo

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*